domingo, 10 de outubro de 2010

Quem desdenha quer comprar

Se o político ou ativista é anti-gay ao extremo, desconfie. Já está provado, comprovado e sacramentado que grande parte dos homofóbicos mais ferrenhos são bichas enrustidas lutando contra aquela parte de si mesmos que não entendem ou não aceitam. O Rankers, utilizado para as pessoas fazerem listas de classificação de tudo que possa vir à mente, atualizou a lista de "Os 10 Maiores Ativistas Anti-Gay Pegos com a Boca na Botija" aumentando a lista para 14. E já avisa: a lista ainda vai aumentar mais! Ah, e na tradução do nome da lista, que originalmente está em inglês, "botija" é só um eufemismo que você pode entender como aquilo mesmo que você imaginou.

Em primeiro lugar na lista vem o George Rekers. Aquele que recebeu algumas centenas de milhares de dólares para escrever um laudo científico sobre os perigos da homossexualidade que serviram de embasamento para a aprovação de leis anti-gays na Flórida. E depois contratou um garoto de programas para acompanhá-lo em uma viagem à Europa com tudo pago. Claro que ele negou tudo e disse que não sabia que o garoto era michê - e que o havia contratado só para carregar as malas. Então, tá! Até eu que sou mais bobo já achava que o George Rekers tinha cara de tia velha - daquelas que pintam o cabelo e o bigode de acajú e acham que ninguém vai perceber. Além disso, quem é que contrata carregadores de malas no Manhunt? A descrição do garoto dizia "bonito, carinhoso, bundinha apertada, pau de 20 cm., topa tudo". Eu estou meio desatualizado em recursos humanos mas será que é isto mesmo que um carregador de malas costuma colocar no currículo hoje em dia? O lado bacana da história foi que, assim que o escândalo veio à tona e o michê ficou sabendo que se tratava de mais um destes hipócritas que lutam contra os gays, contou tudo para a imprensa inclusive relatando detalhes das massagens e dos banhos de espuma a dois.

O segundo da lista é um recém-chegado: o pastor Eddie Long. Se você é um dos 3 leitores fiéis deste blog, então já leu sobre ele aqui.

E por aí vai. Políticos e pastores anti-gays roxos que nunca foram à Bahia mas adoram cair de boca numa serigüela (usando eufemismo de novo). Não demora muito e alguns brasileiros vão acabar entrando nesta lista.

* Obrigado, Gustavo, pela dica ótima!!



2 comentários:

Papai Urso do Interior disse...

Adoraria mesmo que fizessem a versão nacional desse ranking. Torço que descubram algo de podre, mas muito podre mesmo, nas vidinhas insossas de Malafaia, Crivella, além de parlamentares que não são evangélicos mas até onde sei, tb são chegados em 'carregadores de mala' e 'abocanhadores de serigüela' como os exemplificados no seu texto... A hipocrisia reina como nunca!

João Pedro disse...

Só três fieis leitores? Duvido muito.