quarta-feira, 22 de julho de 2015

Fotografando gatos


Daí você pensa: eu adoro fotografar e agora que tenho um gatinho vou fazer milhares de fotos super fofas. Errado. Nenhum manual de instruções explica que um gato macho filhote ainda não castrado é o equivalente de uma batedeira elétrica de 110V que foi ligada por engano no 220. As tentativas de fotos invariavelmente viram imagens fantasmagóricas de uma mancha passando na frente da lente em alta velocidade. Lembram aquelas fotos de ectoplasma apresentadas pelos estudiosos de fenômenos sobrenaturais.

E quando a gente consegue uma foto mais ou menos, fica achando que acabou de produzir uma obra prima da fotografia. Só porque a foto está minimamente em foco.

6 comentários:

Anônimo disse...

As vezes colocar a câmera no modo esporte ajuda viu

Anônimo disse...

Luciano, vou te dar uma dica importantíssima. Aproveita que ele é novinho e leva no veterinário o quanto antes para examinar e marcar a castração. Faz isso antes que ele acostume marcar território pela casa.
Cara eu amo gatos! Demais!
Agora, é um inferno o cheiro de mijo de gato dentro de casa. Acredite, um inferno! É difícil de tirar e muitas vezes de localizar. As vezes eu limpava tudo, deixava a casa cheirosa e minutos depois entrava em algum cômodo da casa e sentia aquele cheiro horrível que empesteava tudo. Dava vontade de chorar...
Mas não precisa se assustar, nem correr para se livrar do bichinho por causa disso! rsrsrs Muita calma nessa hora, pois para tudo tem uma solução. E eu só fui aprendendo a lidar com a experiência. Gatos são animais de hábitos, então é importante prevenir problemas logo de início e a castração tem um papel importante no processo. As vezes a existência de uma fêmea na vizinhança faz com que ele espalhe a sua "sedução" por todo lugar ou a presença de outro macho nas redondezas faz com que ele fique inseguro e comece a marcar território. Gatos castrados não têm a necessidade de uma coisa nem de outra. Feito isso, se der a ele muito amor e carinho você vai ter uma amigão ao seu lado que vai te retribuir com muitos momentos inesquecíveis (e muitas fotos lindas) e te fazer derreter com aquele ronronar maravilhoso que equivale a um 'eu te amo'...
Abraço e felicidades para os dois!

Luciano disse...

Obrigado pelas dicas! Ele ainda é muito novinho para a castração, mas já está agendada para outubro. Até lá ele ainda não atingiu a maturidade sexual e devo estar livre das "marcações de território" (espero!). Ele é muito fofo mesmo.

Gera Souza disse...

Parabens pela adoção!! Desde que cheguei aqui em Conquista/Ba, adotei duas gatinhas ainda bebês, em tempos diferentes. Hoje a maiorzinha está com 01 e meio (MEG) e a mais novinha com 07 meses (a BINHA). É um aprendizado enriquecedor!
Realmente é uma luta tirar fotos estáticas desses anjinhos...rsrsrsrs
Principalmente por causa da luz do flash, pois os olhos dos felinos são extremamente sensíveis.
Mas com jeito e paciência se consegue tirar lindas fotos personalizadas, como esta ai que você tirou do seu anjinho. Aliás como é o nome dele?
Grande abraço

Salum disse...

Gatos são gatos, não importa o angul...perfeitos sempre.

CriCo disse...

Olha... O Tim, irmão gêmeo do Pipo, mudou muito pouco depois de castrado... Até os 8 anos de idade, ele ainda faz "arte" em casa e dá seus rolezinhos toda noite na rua...