sábado, 1 de fevereiro de 2014

The day after

Acordei de mansinho e abri a janela com cuidado para não ser consumido pelas labaredas de fogo logo assim no começo do dia. Surpresa! O mundo não acabou, os relógios continuam marcando as horas, minha vizinha de cima sapateou pela casa às 7 da manhã como faz todo dia, o sol continua lindo e forte, os passarinhos estão cantando.

E o mais importante: as crianças do Brasil não viraram todas gay em um passe de mágica porque viram um beijo entre dois homens no horário nobre.

Só uma diferença: uma sensação de alivio enorme como se tivesse tirado algo preso no peito. Na sequência natural teremos em breve outros personagens gays nas novelas que se beijarão rotineiramente sem virar manchete no dia seguinte. E o mundo continuará girando...

7 comentários:

Julio Paiva disse...

O beijo saiu, o beijo saiu, mas a luta continua, agora só resta saber se o beijo foi técnico! rsrsrsr

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

sim ... dias melhores virão ... o Apocalipse ainda não chegou ...

Margot disse...

Luciano, com voce, corro sempre o risco de ser carola.....
Seu post é PERFEITO!!!

Beijos

Homem, Homossexual e Pai disse...

eu achei que o mundo tinha acabado, porque ao contrario da sua a minha vizinha milagrosamente Nâo sapateou hoje! E vamos fazer omundo girar!

Anônimo disse...

Sabe o que é interessante? A mammy poderosa Suzana Vieira está no ar no canal Viva em A Próxima Vítima e justamente nesta semana ela está começando a desconfiar do relacionamento do seu filho Sandrinho com o amigo Jéferson. Em uma conversa com Quitéria (Vera Holtz) ela pergunta: será que meu filho não é homem?
Eu tinha 12 anos na época e lembro que o André Gonçalves chegou a ser agredido na rua por interpretar um homossexual. E agora vemos essa vibração toda por causa de um beijo gay. É... o tempo... nada como o tempo...
E às 4:48 da manhã eu te mando um beijo Luciano e te desejo um bom dia!
#euamoesteblog

Oliveira Santos disse...

Lindo final pelo beijo e pela reconciliação entre o filho e o pai, gostei, tirando umas pataquadas cansativas da novela, o final tinha que ser assim, e vamos em frente!!!!

Juan Castro disse...

Concordo com tudo que tu disse.
Vi em um outro blog um post sobre o mesmo tema, gostei bastante, tai pra quem quiser ver:
http://queermrfg.blogspot.com.br/2014/02/changing-e-tempo.html