segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

O dia em que Amanhecer - Parte 2 arrebatou todos os prêmios


No dia anterior à grande noite de entrega dos prêmios da Academia de Cinema de Hollywood são anunciados os vencedores do Framboesa de Ouro para os piores do ano. Sem muita surpresa, o episódio final da saga Crepúsculo arrebatou quase todos os prêmios: pior filme, pior atriz, pior ator, pior direção, pior tudo. Até eu, que estava me divertindo com a historinha água-com-açúcar dos vampiros e lobisomens, sou obrigado a admitir que o episódio final é pavorosamente ruim.

Mas, para quem gosta de cinema, bom mesmo é a noite do Oscar. Nenhuma festa no planeta consegue reunir tanta estrela de primeira grandeza e só de olhar o auditório recheado das pessoas mais assediadas e desejadas do mundo já é uma festa para os olhos. O resto é tudo pura diversão.

O Oscar é um dos prêmios mais injustos que existem, pelo simples fato de ser impossível comparar bananas com laranjas. Com que critérios alguém poderia comparar os desempenhos de uma atriz como Emanuelle Riva com uma iniciante de 9 anos de idade como Quvanzhané Wallis? E como ter certeza que Jennifer Lawrence foi melhor do que as duas? O único critério que vale é realmente o do coração.

Em resumo, todos os indicados merecem ganhar o Oscar. E cada um de nós tem preferências pessoais que gostaria de ver premiadas. A grande torcida, no final das contas, não é pelo melhor, mas por quem a gente quer que ganhe. E a escolha de cada um de nós é quase inteiramente emocional.

Há filmes que eu adoro e reconheço a qualidade, mas não sinto vontade de rever. Vi filmes excelentes nesta temporada, mas nem todos me arrebataram. Se eu tivesse que escolher apenas dois filmes para rever nesta semana eu não tenho dúvida que escolheria As Aventuras de Pi e Os Miseráveis. Estes me extasiaram.

5 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

eu ri muito deste prêmio ... rs

Lucas T. disse...

É total emocional. Eu tive surtos quando Skyfall empatou com Zero Dark Thirdy em Edição de Som e a J. Law ganhou e depois caiu. Quase uma vibe de jogo de futebol.

Margot disse...

Concordo contigo. Sao premios dados por simpatia. Tematicas diferentes exigem premiaçoes diferentes.
Mas é bonito mesmo nê?
Bjs

Dimas disse...

Há mais ou menos 20 anos acompanho a festa do Oscar e o de ontem foi um dos melhores, tanto pela qualidade dos filmes, como também pela atuação dos atores. Isso sem falar dos musicais, um show !

Dos indicados assisti apenas a Django (muito bom) e a PI (torcia pelo diretor que acabou ganhando o Oscar).

No mais, como você bem disse- pura diversão! muita gente bonita e famosa !
.

Anônimo disse...

nao acho que seja emocional, acho que existe uma industria muito grande por tras de tudo, e premia quem eles querem que o passe valorize ( falo isso em relacao a atrizes e atores)