quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Beijando muito


Esta é a foto que provocou rebuliço ao ser apagada pelo facebook no último domingo. O rapaz de turbante é Kanwar Anit Singh Saini, que é descendente de indianos e vive no Canadá, e é seguidor do Sikhismo - uma doutrina religiosa muito comum na India. Kanwar fez a foto durante um evento em Montreal contra a criminalização da homossexualidade e a postou em seguida. O que se seguiu foi quase uma terceira guerra mundial, especialmente considerando que a família de Kanwar já declarou que prefeririam tê-lo matado se tivessem descoberto antes que ele era gay. Às vezes, para aturar um mundo assim, só mesmo cantando Fuck You (Very Much) e beijando muito...

7 comentários:

Anônimo disse...

Dois lados de uma mesma moeda. Enquanto o mundo avança de um lado retrocede de outro. É obvio que estamos em um momento de transição, mas as mudanças acontecem mais rápido em certos lugares. E por falar em mudanças, estava eu assistindo à tv hoje a tarde e fui surpreendido pela mensagem de fim de ano do Banco Banrisul (banco estatal aqui do RS).a mensagem é todo aquele blá blá blá de sempre falando em sonhos, conquistas e etc e tal, mas em um determinado momento eu penso "opa? É impressão minha ou tem um casal gay no lance?". Fiquei na dúvida e agora à noite me deparo de novo com a mesma propaganda e prestando atenção sim, é um casal de rapazes que aparece arrumando a cama. Tá bom, não aparece explicitamente. Quando eles sacodem o lençol um dos rostos não aparece, passa até despercebido por um distraído qualquer e eu entendo o por quê. Mas pra bom entendedor...
Pode parecer bobo o que eu vou dizer, mas eu sorri quando vi isso. Justamente porque era o Banrisul. Eu não sou cliente nem trabalho neste banco, mas é justamente por ser algo tão nosso, tão próximo, tão regional, icônico, entende? É como se o seu vizinho que nunca te cumprimentou dissesse "ei, você! Bom dia!". Acho que agora entendi o quanto é importante as empresas se posicionarem. Amanhã vou lá abrir uma conta. Hmmm... não. Não vou! :D

http://www.youtube.com/watch?v=eSMAWzPaT9s

Obs: sim. Gaúchos são bairristas!

Luciano disse...

Cara,

Que legal este comercial do Banrisul! Gostei muito. E o casal gay não deixa a menor dúvida, embora a imagem seja bastante sutil.

Anônimo disse...

Em relação ao comentário do meu colega anônimo sobre o Banrisul, acho que não é uma questão de bairrismo, mas de ser um fato significativo.
É uma instituição comercial poderosa e de importância em sua região e também nacional - pragmática, marketológica e interesseira em clientes que lhe garantam bons negócios, e sempre projetando uma imagem sizuda/ clássica de si própria - já destaca os homosexuais como seus clientes. E o faz ainda que possa constranger outros clientes, conservadores, religiosos ou retrógrados.
É o grande banco reconhecendo publicamente a existência de um grupo sobre certos aspectos invisível, inclusive como cidadãos.
Mas vivemos o tempo em que uma revista gay escolhe o papa como personalidade do ano.

Rodrigo Teixeira disse...

Indo assistir o comercial do Banrisul em 3,2...

Homem, Homossexual e Pai disse...

vendo estas estórias é que eu me orgulho do caminho que ja´percorri e vejo com minha vida tá "fácil"

Pablo disse...

Lindo a assustador ao mesmo tempo.
Libertador e limitado.
Nosso mundo complicado.

Julio Paiva disse...

As dualidades expressas nos monumentos hindus não são o suficiente para sugerir diversidade no espírito humano, tolerância como caminho para o equilíbrio, sinceramente, que Deus tenha piedade de nós.