quinta-feira, 1 de maio de 2014

Sua fala é gay?

Muita gente já deve ter levado um susto ao ouvir a própria voz em uma gravação ou um vídeo. Nossa, eu tenho voz de bicha velha! ou Minha voz é veada demais!. Se você já passou por isso, não se preocupe, você não está sozinho.

Não há dúvidas de que existe uma peculiaridade na fala de muitos gays. O ponto é se isso deveria ser motivo de preocupação. Afinal, como diz Don Savage, "a fala deve representar o quê você é, e se você é gay não há nenhum problema em falar como gay". Mas em ambientes hostis onde a exposição pode implicar riscos graves, a preocupação com o modo de falar é muito maior. Essa é a premissa do documentário Do I Sound Gay? que está em fase de idealização e coleta de fundos para produção.

 

6 comentários:

railer disse...

sei lá, acho que a voz é algo muito particular nosso e nos define. tentar mudar isso para ser 'menos gay' não acho bacana. melhor é atuar para mudar a percepção das pessoas ao redor em relação ao que é ser gay.

Augusto disse...

Já ouvi de uma ex-colega de trabalho, psicólogo, que eu deveria procurar uma fono pois minha voz denotava... fragilidade!?! PQP :/

Oliveira Santos disse...

Então, uma vez no meu serviço, tive que chamar uma pessoa, e um colega de trabalho veio com piadinha pra falar mais firme voz de homem, acho que nesse dia eu estava com a voz muito baixa, estava assim desanimado, mas minha voz é normal, voz boa, então mandei este colega a merda, e disse então chama você, vai lá. Fiquei tão alterado que ele se mancou da piadinha e não incomodou mais.

adulto disse...

Não gosto da minha voz gravada, por achar estranha, mas não por achar gay. To com o railer, melhor mudar a percepção das pessoas em relação ao que ser gay representa.

Julio Paiva disse...

Sei que não é muito criativo, mas posso fazer das palvras de railler as minhsa palavras, concordo com ele. rsrs

Gera Souza disse...

Interessante voce tocar nesse assunto.
Durante muito tempo tinha vergonha de falar ao microfone ou mesmo no telefone. Com o passar do tempo e com algum jogo de cintura, fui superando.
Mas a superação veio quando uma amiga disse que eu tinha uma voz linda e me chamou pra fazer um teste na radio onde ela trabalhava. Me senti super importante com todos elogiando minha voz! Depois disso não parei mais, gravei uma musica do Phil Collins em estúdio, adoro cantar em karaokês, todos elogiam minha voz! Mas eu tenho os pés no chão: sei que tenho voz mascula e sensual ao telefone... hehehehehe
Quem quiser fazer o teste é só me ligar!
Beijo me liga!
kkkkkkk