sábado, 31 de maio de 2014

Os Whittingtons

A incrível história de uma família que descobriu que a filhinha de cinco anos era transgênero e possibilitou que ela fizesse a transição de gênero nesta idade. Os Whittingtons resolveram fazer um vídeo para contar sua história, e em menos de uma semana já contam com mais de um milhão de acessos. Família iluminada.

9 comentários:

Anônimo disse...

Definitivamente os tempos estáo mudando. Quando se poderia imaginar um assunto tão delicado e até hoje tão reservado e mesmo traumático como esse ser tratado de forma tão direta e aberta e ao mesmo tempo que sensível e responsável pelos próprios pais da criança. A resposta por parte da sociedade não pode deixar de ser positiva.

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Perfeito o comentário do anônimo ...

Dih Melo disse...

Recentemente eu vi um documentário bem parecido com essa história, nele em principio os pais não entendiam. Mas logo que entenderam passaram a aceitar que o "menino" se vestisse como mulher, e deram apoio e amor, e só esperavam atingir a idade pra fazer a cirurgia. Muito linda a história! Sorte dos filhos que têm pais assim de amor incondicional!

Gera Souza disse...

Show de bola!!!
Que mundo melhor teremos pela frente.
Quando existe amor genuíno tudo se transforma ao nosso redor!
Viva a força do AMOR!!!

ArabeAlli disse...

Com carinho para Feliciano e compania.

Antonio de Castro disse...

eu adorei esse vídeo.

vi pela segunda vez e me emocionei de novo.

pais corajosos e um filho mais feliz.

Marcos Campos disse...

Vi no FB semana passada. Realmente emocionante, grande sorte dele ter esses pais ! E que sejam exemplos para outros !

Bruno disse...

Eu chorei. É tão lindo ver o amor tão mas tão presente assim que emociona profundamente a gente, sobretudo quando eu penso em tantas pessoas que não tiveram nem um décimo desse apoio, me emociono por Ryland e sua família e por nossos colegas.

Homem, Homossexual e Pai disse...

eu ja tinhalido sobre isto! incrivel não é? o unico problema é que as vezes parece que para cada familia maravilhosa como esta existem 2 outras homofóbicas e que perseguem seus filhos!