terça-feira, 14 de maio de 2013

Reminiscências...


Algumas coisas aconteceram muito rápido na minha vida. Passei direto do terceiro ano do ensino médio para o primeiro ano do curso de engenharia sem cursinho pré-vestibular, e formei-me engenheiro com 22 anos de idade. No último mês do último ano na faculdade me inscrevi para uma vaga de emprego e fui escolhido. Saí da faculdade e comecei a trabalhar em seguida. Dois meses depois montei meu apartamento e deixei a casa dos meus pais. Eu tinha 22 anos, era engenheiro formado, tinha um bom emprego e meu próprio apartamento. Minha família me achava o máximo.

Hoje fui matar as saudades dessa época através do velho álbum de retratos. Fiquei olhando um tempão esta foto aí em cima do meu primeiro apartamento e me lembrei de tanta coisa boa que quase esqueci da vida. Meu apartamento era o ponto de encontro dos amigos. A gente conversava a noite toda, ouvia música, víamos filmes, novos amigos vinham, o círculo crescia. A gente dançava e cantava como se não houvesse amanhã. Meus irmãos, primos, cunhados, sobrinhos, sempre apareciam e sempre se misturaram muito bem com meus amigos. Meus pais costumavam dar uma passadinha no sábado à tarde e eu aprendi a fazer bolo de fubá com a minha mãe. Eu nunca deixei de sentir que meus pais sempre tiveram um orgulho imenso de mim.

Não sei porquê tudo isso me veio à cabeça hoje. Mas eu sei que é por tudo isso que eu sou assim.

16 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

SUPIMPA! Comigo tb foi assim ... saí do científico em 1968 com 18 anos e passei direto no vestibular de Veterinária. Em dezembro de 1972, com 22 anos estava formado e em Janeiro era aprovado em concurso público para o Ministério da Agricultura, onde trabalhei até aposentar ... tudo era bem diferente dos dias de hoje né?

Margot disse...

Que bom que vc se lembrou disso. E com certeza seus pais tem sim, motivos para se orgulharem de vc.
Boas lembranças nos fazem melhores e mais felizes.
Abraços

Anônimo disse...

Que bacana! Estou no 4º ano de engenharia e tomara que minha história seja parecida com a sua. :)

Jota Farr disse...

Achei bonitinho você usar "ensino médio", eu ainda falo segundo grau e entrego a idade, rsrs. Eu também me formei com 22 anos - arquitetura, mas morei sozinho em São Paulo, família em Santos, como foi bom...

Anônimo disse...

Esses ecos bons do passado costumam voltar quando estamos diante de uma nova etapa...

Anônimo disse...

Que charme o seu primeiro apê! Quem dera o meu fosse assim! rs

Lobo disse...

O segundo anônimo tirou as palavras da minha boca.

Essas nostalgias costuma aflorar em mim sempre que eu estou diante de alguma decisão crítica que vai virar minha vida do avesso.

Anônimo disse...

assim como seus pais, mesmo sem te conhecer, tenho orgulho!... Sou fã do blog! Sucessso e boas energias sempre. Abraço

Sidney Gaga disse...

lindo post <3

Oliveira Santos disse...

Lindo demais, parece até um filme!!! Com final feliz mesmo, gostei!!!

Dinhö disse...

Lucianô, vc tem quantos anos?

Luciano disse...

Dinhö:
Tenho 53 anos num corpinho de no máximo 52 e meio!
Abraço,
**

Dinhö disse...

Nuss, LucianodeDeus, vc podia ser meu pai!

...oh, wait!

Na vdd, eu há muito tenho essa curiosidade. Sei lá, vc fala dumas coisas com tanta propriedade, maturidade, sobriedade e outros "ade's" entretanto, ao mesmo tempo, soa tão leve, engraçado, sei lá...jovem.

Não quer ter 53 anos faça de você um velho e tals...e nem que ser velho seja ruim (a outra opção é bem pior!), mas é que não imagino meu pai (ele tb tem 53) escrevendo num blog coisas assim, entende?

Quando tiver 53 (tenho 25 hoje)tb quero continuar vivendo o que há e não o que havia.

Você me inspira agora. Não V.O.C.Ê pq eu não o conheço (bem que queria), mas a versão que acabo de construir a seu respeito me inspira.

^.~"

Última coisa: é vc mesmo na foto? pq, óh, não parece ter 53 anos. é photoshop, foto antiga ou Avon Renew?

Luciano disse...

Dinhö,

Sou eu mesmo na foto, sem retoques, mas há alguns anos. A barba e o cabelo já estão um pouco prateados mas ainda estou batendo um bolão!
Obrigado pelas palavras gostosas de ler - elas também me inspiram muito! Olha lá no meu facebook que você vê fotos minhas mais recentes para matar a curiosidade.
Abraço!
**

Franccesco Almeida disse...

RAPAZ, JAMAIS IMAGINARIA 53 ANOS. Vc passa a sensacao de mais jovem, tipo 34 no max. Apesar de tudo sempre sinto um toque de melancolia que dá um certo charme aos seus textos. talvez caracteristica de nós escorpianos?

Taz mota disse...

o que vc viveu eu estou vivendo agora. hehehe... ;)