quinta-feira, 23 de maio de 2013

Simpatizando

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República acaba de anunciar que a presidente Dilma escolheu o professor Luís Roberto Barroso, do Rio de Janeiro, para ocupar a vaga no Supremo Tribunal Federal criada pela aposentadoria compulsória do ministro Carlos Ayres Britto.

Neste momento difícil em que convivemos com um congresso podre, é importante contar com ministros simpatizantes no STF, a corte que julga as ações em última instância. Luís Roberto Barroso fez uma defesa brilhante e apaixonada das uniões homoafetivas em 2011, que vale a pena relembrar.

Em tempo: no ponto 13:20 o ministro tem um argumento preciosíssimo sobre porquê as relações entre os homossexuais têm que ser protegidas nos tribunais e não pelo Congresso.

11 comentários:

Anônimo disse...

Logo após o julgamento da união estável homoafetiva no STF, Luis Barroso participou de um debate na Globo News, programa "Entre Aspas", em que defendeu a possibilidade de conversão da união gay em casamento civil. Hoje é um dia de gala para o movimento LGBT e para o Brasil. Trata-se de um constitucionalista respeitado nacionalmente.

Lucas T. disse...

Melhor notícia de hoje.

TONY GOES disse...

Será que a Dilma fez de propósito? Já que não pode se posicionar claramente a favor do casamento gay, ela manda um simpatizante para o STF, bem na hora em que os fundamentalistas irão acionar o tribunal para derrubar o casamento gay? Gostaria de pensar que sim.

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

SENSACIONAL!!!

Anônimo disse...

Fecho com o Tony. Desconfio que foi de propósito sim devido a impossibilidade (para não dizer falta de peito) da Presidente de se posicionar claramente. Seja como for, isso é ótimo.

Sobre o olhar de pombo: nunca tinha ouvido falar dessa expressão. Gostei! Sempre tive o olhar de pombo aguçado mas não sabia que nome dar a esse gesto. Problema resolvido.
Agora, melhor do que direcionar esse tal olhar de pombo na direção do alvo desejado é perceber-se alvo de um olhar de pombo. Já percebi vários em minha direção ao longo da vida. E é tão bom...

camilot disse...

Tony, não tem a ver não. A decisão sobre a escolha do ministro foi, graças a Deus, totalmete tecnica. O Luis roberto Barroso já tinha quase entrado no STF umas 3 vezes, desde as recentes mudanças lá. Ele sempre foi indicado porque realmente é muito bom constitucionaslista. Ele foi meu professor. E ele, naturalmente tem posiçoes muito objetivas em relação a constituição e a visao desta em relação as mudanças sociais do mundo. A causa gay nao teve qualquer influencia nessa decisao. E eles, os PSC´s felicianos ainda nao sabem disso hoje, e vao perder com o decurso do tempo em razão da técnica excelente que o Barroso sempre expõe nas opnioes, e a partir da arpovação pelo Senado, no votos dele.

camilot disse...

complementando Tony, estou muito feliz com a indicação dele, e vc pode ficar tb ... tenho certeza

camilot disse...

desculpa gente quando disse PCS quis dizer PSC

camilot disse...

Em tempo: O Barroso ainda foi advogado na causa dos anencéfalos, da união homoafetiva 2011, e se não me angano no fim do nepostismo. Admirado por todos os juristas mesmo. Luciano, desculpa por me alongar em tantos posts assim

camilot disse...

luciano, esse post fica so pra vc, pode publicar quando quiser: Nesse video do julgamento do adpf 132 (da uniao homoafetiva pelo STF) em 2011, quanso o aposentado ministro Ayres Brito, que ironicamente está sendo substituido agora pelo Barroso, cita o proprio Barroso, olhe no minuto 18:15.

http://www.youtube.com/watch?v=s1FgMnppOwA

Alem disso o voto do Ayres Brito, pra mim, é libertador, num ponto que jamais achei outrora que o judiciario chegaria nakela epoca.

ps: nao publique esse post, guarde pra vc meu querido. Te admiro demais

Lola Divônika-Baphônika disse...

Dilma quer ser perdoada por ter aberto a porta para que um Feliciano-da-vida se enfiasse na Comissão de Direitos Humanos isso sim , quer minimizar danos junto à massa lgbt para pleito 2014, essa gentalha política não vale a sardinha que meu gatinho come... Miau e tchau Dilma, vc não me engana mais, fofa.