quarta-feira, 24 de julho de 2013

Papa pop

Achei quase tudo super legal. A multidão contente, os jovens emocionados, o papa super paciente e fofo com todo mundo – a gente até esquece que ele é argentino!

Mas sinto um frio na barriga quando vejo a histeria coletiva que infesta e contamina a multidão e que muita gente chama erroneamente de fé. Muita gente em êxtase, quase em transe, enlevada pelo arroubo do momento. Com esta gente é impossível argumentar, usar de lógica ou coerência. Isso me dá medo.

 

9 comentários:

Anônimo disse...

Ainda bem que esse transe é passageiro, o poderio da Igreja não é o mesmo, agora quem reina supremo é o Mercado. Pelo menos ele dá espaço a minorias, enquanto lucra com elas...

Margot disse...

Vero!!!!
Abraço

Anônimo disse...

Sim! fica muito dificil argumentar com quem quer o bem da Humanidade!

Marcos Campos disse...

Concordo com vc, o que mais me chamou a atenção foi essa histeria, não o Pope !
Abraço !

Dimas disse...

Me incomoda muito essa histeria coletiva , não consigo entender o motivo dessa gente- será que eu estou errado?
Parece que o papa nem é humano, será que pensam que ele é santo, se tocar nele o milagre acontece?
Tanta correria, tanto sacrifício, tanta fé cega...
É assustador.
Ingenuidade ou insanidade?

CriCo disse...

Falaram que o livreto que vem no kit incluso na mochila da JMJ é tudo de homofóbico...

ivan disse...

a homofobia que ele promove também é muito fofa, né?

ivan

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Muito medo mesmo querido!!!

Anônimo disse...

Isso aí é oportunismo religioso, darling, sou católico não-fervoroso e entendo que teve gente vendendo a mãe p/ no futuro ter a pachorra de dizer que foi à JMJ-primeiro ato público do Papa Francisco-que sim é um F.O.F.O., quando voltarem p/ casa, pode acreditar COM FÉ como grande maioria só vai voltar à igreja em casamentos e funerais, principalmente os 'jovens' que são o público-alvo do evento.