segunda-feira, 20 de abril de 2015

Gloria in Excelsis Deo


Esta foto feita na extinta TV Excelsior no final dos anos 1960 reúne as grandes damas da teledramaturgia na época: Rosamaria Murtinho, Regina Duarte, Leila Diniz, Fernanda Montenegro e Natália Thimberg. Quem poderia imaginar que quase cinquenta anos depois três destes monstros sagrados estariam interpretando papeis de lésbicas na TV ao mesmo tempo?

4 comentários:

Anônimo disse...

Isso só me leva a uma conclusão: tudo isso não passa de um plano diabólico para lesbianizar o Brasil. Estão querendo transformar nossas pobres avós e desavisadas mães em lésbicas.

Brincadeira! Não resisti! he he he ;)

Agora falando sério. Em 2013 o canal Viva reprisou o seriado Malu Mulher em que a própria Regina Duarte interpretava uma recém divorciada que ia a luta em uma época em que as mulheres estavam se emancipando e que divórcio ainda era palavrão. A série ousou em tratar de temas delicados como divórcio, aborto e outros temas em plena ditadura militar. Eu ainda não era nascido naquela época, não acompanhei a reação do público, acompanhei a série pelo Viva, mas me peguei pensando na polêmica que deve ter sido gerada em torno da série. Ainda em 2015 relutamos em discutir com mais honestidade assuntos como o aborto, mas o divórcio hoje é uma realidade inclusive nas melhores famílias católicas. Aliás, em um dos episódios, uma personagem (Angela Leal eu acho) acaba se apaixonando pela protagonista. É interessante ver a mesma Regina vivendo uma personagem que reflete mais uma mudança na sociedade: as novas formações familiares. Fico imaginando como vamos analisar os tempos que estamos vivendo daqui a uns trinta anos.

Francisco.

Luciano disse...

@Francisco
Acho que, comparativamente, passamos por um certo "encaretamento". No geral parece que tem havido no Brasil um certo recrudescimento religioso devido principalmente à expansão das religiões evangélicas, e uma reação forte à abertura tentada por políticos mais liberais. O Brasil tem andado meio careta e reclamão; o país precisava dar uma relaxada.

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Sensacional o fato e a foto mais ainda ... amei ...

Anônimo disse...

Verdade quantos temas eram tabus em outros tempos eu mesmo vivi períodos de grandes restrições sou de 1971 então vi,vivi e estou vendo apesar dos pesares abertura gradativa em diversos assuntos. Só o tempo dirá. Muita coisa mudou e queiram ou não vai continuar mudando.