domingo, 12 de abril de 2015

Na rua


Hoje fomos novamente para a rua, quase um mês depois da primeira grande manifestação contra o governo Dilma. A força da indignação popular, agora dividida por mais de 400 cidades que tiveram movimentos organizados no dia de hoje, é grande, é forte, e não deve arrefecer - principalmente considerando que nos próximos meses os indicadores ruins da economia só podem piorar.

Décadas no futuro estaremos estudando nos livros de História como a incompetência de um governante aliada à falta de escrúpulos dos partidos de sua base aliada podem levar um país à beira da ruína. No momento só nos resta lutar para tentar conter os danos, que já são grandes demais para uma nação do tamanho do Brasil.

6 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Muita coisa ainda por acontecer e espero q para melhor ... por aqui tb ando fazendo a minha parte dentro de minhas convicções ...

Beijão

Arthur Antunes disse...

Não.

Jorge Gomes disse...

Há indignação por toda parte,vamos esperar e ver o que tem por vir.
Aproveito prá dizer que voce é o maior gato.
Um abraço

Luciano disse...

Obrigado, Jorge Gomes! Miau...

Anônimo disse...

Acho sinceramente muito dificil ocorrer o impeachment da mulher, todos estão comprados e os que estão no poder não querem mesmo largar o osso! Acho tudo é armação do demônio de nove dedos ele quer voltar como Salvador da pátria pois quem está governando por de trás é esta coisa, a mulher é um fantoche apenas isto. Só um milagre para livrar o País desta praga maldita!

Nelson disse...

Sim. E fica quietinho que a vergonha é menor.