segunda-feira, 23 de julho de 2012

Natalie Duncan


Hoje faz um ano que Amy Winehouse morreu. Muitos jornais certamente falarão sobre as possíveis sucessoras ou herdeiras de Amy. Mas a verdade é que artista nenhum deixa sucessor. Cada um vem e ocupa seu espaço, e depois parte e deixa sua arte. Amy Winehouse vai viver sempre na sua música.

Como conforto fica a constatação que a Inglaterra tem sido celeiro fértil para o surgimento de novas cantoras. Há várias cantoras inglesas - garotas talentosíssimas de vinte e poucos anos - prontas para ganhar o mundo de assalto. Curiosamente, embora o Brasil esteja na boca do povo no resto do mundo, não está conseguindo produzir novas estrelas no cenário musical com a mesma eficiência.

Natalie Duncan é uma destas novas surpresas vindas da Inglaterra. Ela é de Nottingham, tem 22 aninhos, e esta semana está lançando o primeiro álbum: Devil In Me. Eu gamei de imediato. Ouvi por acaso e pensei que era lançamento novo da Selah Sue (que eu adoro!), depois pensei se tratar da Paloma Faith. A música de Natalie Duncan tem todos os elementos que eu adoro, desde a fusão de ritmos que trafega por aquela área indefinida entre o soul, o jazz e o reggae, até os falsetes afinadíssimos e as passagens rápidas. Que ela tenha vida longa.

Natalie Duncan - Songbird:

4 comentários:

Margot disse...

Não gostava da Amy. Ela não me satisfazia... bom, acho que hoje não estou gostando de nada.
Amanhã eu volto.
Abraços

Anônimo disse...

Margot, você é um pobre ser equilibrado, sensível e de bom-gosto.
Como eu.
E se a gente tivesse mais é a fim de sacudir a bunda pelos salões, digo, pistas, poderíamos faze-lo até um doce ou amargo fim, pois para isso não faltam criatividade, aplicativos, misturas, hardware, colunas sonoras, luzes alucinantes. Tudo, menos música.
Mas cuidado, que o Luciano vai chama-la 'velha coroca'.

Margot disse...

Rapaz... o Luciano pode me chamar de velha coroca.. não me incomodo. Ele tem o meu aval...kkkk
Abraços pra vc e para o Luciano.

[ joe ] disse...

again, muito boa dica, delicia de voz.
nunca esqueço suas dicas, inclusive é capaz que eu vá ver Angus Stone e Julia Stone nas suas respectivas turnes, daqui a uns meses. Ingressos a AU$ 40, olha que maravilha. Ja que perdi a chance de ver The XX, que tocaram semana passada, com ingressos de $70 que esgotaram imediatamente, acho essa uma boa forma de compensar.
abraço

[j]