sexta-feira, 4 de novembro de 2011

I'm not gay, I'm just British

Não sei a origem da frase do título, mas lembro-me de tê-la visto usada em uma entrevista do Jonathan Harris, o dr. Smith do seriado Perdidos no Espaço. Jonathan Harris era americano mas conseguiu se livrar de seu sotaque de pobre do Bronx e ficou famoso por carregar uma certa afetação no falar e nos movimentos, coisa mais típica da alta burguesia britânica que deixava o homem mais efeminado.

A frase me voltou à mente ao ler a notícia de mais um ataque homofóbico na região da Avenida Paulista. A vítima desta vez é um artista plástico francês que pode ter sido confundido com homossexual. Da mesma forma que há alguns meses um pai e filho abraçados também foram confundidos com homossexuais e atacados em uma cidade do interior.

Eu não ficaria surpreso se a prefeitura e a polícia começarem a aconselhar todo gay a usar coturno, cabelos cafonas, camisa xadrez de lenhador, e que cocem mais o saco e evitem desmunhecar em público. É mais fácil do que resolver o problema, da mesma forma que o Diogo Picci, depois de um assalto esta semana, foi aconselhado pelo delegado a se mudar do Morumbi porque "o bairro está ficando muito violento".

7 comentários:

Lucas T. disse...

Vergonha.

Anônimo disse...

OI!!! Gay não usa coturno, cabelo cafona e camisa de lenhador? Gay não coça o saco? Êta argumento tosco.

Anônimo disse...

Nossa, como tem gente que se ofende fácil... (para o anônimo acima)

Anônimo disse...

Luciano, gosto do seu blog e acho que voce escreve super bem, mas todas as vezes que voce fala sobre violencia aos gays ou tenta agredir os evangelicos, fico pensando, sao os filtros dele. Respeito ou me manifesto dizendo que e chaaaato pra cct?
Carinho!
Luca

Lucas disse...

Os homofóbicos atacam em grupo não só pra ter vantagem numérica. A maioria tem medo de, indo sozinho, passar um cantada, ao invés de dar porrada nos gays que encontram.

Cara Comum disse...

E fica sempre a sensação de que o país diz sutilmente que os gays se mudem daqui procurando países mais "seguros" para os gays... Francamente, "higienização" passiva, feita pela omissão do poder público é o novo facismo...

Cara Comum disse...

Ah, e uma vez li em algum lugar (que eu não me lembro qual exatamente) que a origem da expressão "I'm not gay, I'm just British" era porque o sotaque britânico e o jeito refinado dos britânicos mais conservadores é muito confundido com um esteriótipo gay em terras estadunidenses. Então, britânicos costumam a 'evitar mal entendidos dizendo esta frase.