quarta-feira, 2 de novembro de 2011

O palhaço


A gente nunca se esquece de tomar banho. Mas às vezes ficamos muito tempo sem lavar a alma por falta de oportunidade. E eu não falo aqui de "lavar a alma" naquele sentido de tirar desforra, mas no outro sentido da expressão - o de experimentar uma felicidade intensa que normalmente brota do inesperado. O Palhaço - filme escrito, dirigido e estrelado por Selton Mello - oferece uma destas oportunidades raras para se lavar a alma.

É um filme leve que surpreende nas menores coisas. A história do palhaço em crise de identidade é contada de forma quase poética, e há pequenos detalhes aqui e ali que dão graça às cenas - como a placa escrita à mão VENDE FRANGO-SE em um vilarejo do interior.

A história começa lenta como a vida das cidadezinhas empoeiradas por onde o decadente Circo Esperança passa. E vai ganhando a gente aos poucos pela fotografia linda que transforma cada cena em uma pequena obra de arte e pelo desenrolar da trama modesta que cativa pela humanidade dos personagens que são excêntricos sem parecerem irreais. Até Moacyr Franco está impecável em uma única cena como o delegado de uma cidadezinha em participação curta e marcante.

Quando o filme termina a gente está se sentindo mais leve, e rindo feito criança boba que acha graça em tudo.

7 comentários:

Otávio disse...

bacana ler este post, não sabia do filme e com certeza vou assistir depois do que li.

Dan disse...

confesso que estava meio com o pé atrás com esse filme. Não sei porque... pois Selton Mello é um dos grandes artistas que temos por aqui.
Você conseguiu: vou ver!
abraço

Anônimo disse...

tive oportunidade de conhecer o SM em uma festa, ele realmenrte tem rostinho muito fofo, é articulado, nao é(...), mas é gente que faz!! you know!!!

URSO DE GOIÂNIA disse...

Gostei do post. Assistirei o filme. Abraço! Obrigado pela dica!

marta matui disse...

E a cena do moço compridíssimo na frente do quadro e fica parecendo que ele tem chifres, rs. Adorei! E tem outra placa, na frente do mecanico que está escrito algo bem engraçado... mas não lembro...

Luciano disse...

@Marta:
Na placa da fachada do mecânico está escrito OFISSINA. Ótimo isto, bem Brasil do interior!
Abraço,
**

Cara Comum disse...

Esse tb quero ver.. mas não dá pra ser por agora... :(