terça-feira, 12 de maio de 2015

O gato que ri


Eu tenho uma certa resistência a tudo relativo à religião, e consequentemente não nutro nenhum sentimento especial por padres, cardeais ou bispos - e sinto até mesmo uma certa aversão por padres metidos a pop. Mas não tem como não admirar o senso de humor aguçado e inspirado do padre Fábio de Melo destilado através das mensagens curtas do Twitter. Veja aqui e aqui. Já começo a achar que ele seria boa companhia em momentos de descontração.

5 comentários:

Anônimo disse...

Eu gosto do padre Fábio acho ele uma simpatia e tem senso se humor e também vejo o programa dele as quartas feiras a noite gosto muito pois ele diz palavras que tocam mesmo tem me ajudado, sem falar que ele é um padre bonito é ou não é pessoal, uma tentação ui.

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Continuo não gostando de padres, pastores e similares ... rs

Marcos Campos disse...

Surpreendeu hein ??

Margot disse...

Gosto dos tuítes dele...ele reflete muito a maioria dos nossos pensamentos... mesmo aqueles que não são "tão santos" assim...rsrrsr

Nelson disse...

\o/