quinta-feira, 14 de maio de 2015

É a glória!

Em tempos em que todo mundo resolveu meter a colher no beijo entre Fernanda Montenegro e Natália ThimbergGlória Menezes, de 81 anos, afirma sem titubear: "se eu tivesse que beijar outra mulher em cena, eu beijaria". Que Ziraldo e Bibi Ferreira a escutem e morram de vergonha!

Glória está estreando nesta semana a nova montagem da peça Ensina-me a Viver, que ela já havia protagonizado há alguns anos. Se você ainda não conhece a história e não viu o filme de 1971 (com a incrível Ruth Gordon no papel que agora é reprisado por Glória), corre lá porque todo mundo tem que ver este filme pelo menos três vezes antes de morrer.

3 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Eu assisti e realmente é fenomenal ... pena q, com isto já posso morrer ... ops ... posso não ... tenho q ver mais duas vezes ... rs

Julio Paiva disse...

Um ator não querer beijar o outro é a mesma coisa que um médico não querer operar por que tem medo de sangue, ou um marceneiro ser alérgico a madeira, não é impossível, mas que complica, complica.

Anônimo disse...

Também concordo quanta bobagem ficarem questionando um trabalho de ator beijar não beijar isto é incoerência falta de percepção das pessoas ainda mais em um país com fanatismo religioso e uma bancada que está doida p subir ao poder e fazer o terror! Mas não vão mesmo! Mudando de assunto nunca esqueci do papel de Glória Menezes como Marquesa de Santos no filme excepcional Independência ou Morte, ela esteve magnânima com esta personagem.