sexta-feira, 16 de março de 2012

I don't have to think; I'm a Catholic!


Faz décadas que não vejo a Kathleen Turner em um bom papel, mas parece que agora vou poder matar as saudades. Em maio será lançado The Perfect Family e a história promete: Kathleen Turner é uma destas mulheres baba-ovo de igreja que acaba de ser indicada para o cobiçado prêmio de "Católica do Ano". Na história a Igreja promove algumas visitas surpresa para se certificar da realidade de lar católico da candidata indicada antes de dar o prêmio. O problema é que o marido dela bebe, o filho largou a mulher e está de caso com uma manicure, e a filha é lésbica e pretende se casar com a namorada. Ou seja, a família é completamente normal, mas a Igreja não pode saber.

E ainda tem Richard Chamberlain fazendo o papel do Monsenhor. Agora com 73 anos, ele foi lindíssimo na juventude ("um pão", dizia a tia Cotinha) e saiu do armário já na terceira idade há menos de 10 anos. Mal posso esperar.

8 comentários:

Fernando Gouvea disse...

Nossa! Só por esta amostrinha já dá pra ver que ela vem pra gente matar mesmo as saudades!

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

filme q promete muito mesmo ...

CriCo disse...

Não vejo Kathleen num bom papel desde Mamãe É de Morte, do John Waters. Curiosíssimo tb pra ver o eterno Dr Kildare.

Anônimo disse...

Luciano, tenho 27 anos e me lembro de ter visto Richard Chamberlain pela primeira vez em meados dos anos 90 no filme 'As minas do Rei Salomão'. Desde muito pequeno já sentia atração por homens e ele era um dos meus sonhos de consumo. Me lembro dele em uma cena de uma minissérie chamada Pássaros Feridos (ele interpretava um padre, olha só)em que ele toma chuva e acaba indo se enxugar nu em pêlo (em pêlos melhor dizendo! he he he)numa varanda e acaba sendo assediado por uma velhinha. Nossa! Essa cena foi o máximo que eu pude ter de erotismo masculino naquela época. Mexeu com as minhas fantasias de menino! O mais interessante é que alguns homens sempre me chamavam mais a atenção, tinham algo de diferente dos outros e eu não sabia o que era. Só mais tarde é que eu pude entender o por que:
(1) EU era gay
(2) e ELES também
(3) eu tinha (e ainda tenho) um gaydar afiadíssimo!!!
Muitos desses caras, tanto da mídia quanto da vida real (próximos a mim)se revelaram gays. Ricky Martin por exemplo, e mais recentemente um amigo da minha irmã que há cinco anos quando o conheci saquei qual era a praia dele na hora, na época era casado com uma mulher linda e hoje tem um namorado.

Nunca tinha visto Richard Chamberlain idoso e o reconheci imediatamente quando o vi em Brothers & Sisters. Adoro ele.

Anônimo disse...

Allan Quatermain!!!

Luciano disse...

@Anônimo:
Se quiser matar as saudades desta cena famosa de Pássaros Feridos, está aqui:
http://www.youtube.com/watch?v=05rSk_O3aIw
Richard Chamberlain realmente batia um bolão!
Abraço,
**

railer disse...

que barato!

Anônimo disse...

EU também achava lindo ele em Pássaros Feridos pelo SBT o Silvio vendia a minissérie e prometia emoção com esta minissérie.
Agora lindo mesmo e com fim trágico foi o Super Homem Cristoper Reeve, puts aquele cara era um tesão de lindo.