domingo, 21 de abril de 2013

Lins

O G1 traz hoje um perfil do prefeito de Lins, Edgar de Souza, único homossexual assumido eleito para prefeito no Brasil nas últimas eleições. Edgar (de óculos e barba na foto) está casado com Alex e enfrentou muito preconceito. Na última eleição foi vítima de uma campanha difamatória baseada em sua orientação sexual  e optou por assumir-se publicamente e apresentar o marido Alex, com quem vivia há nove anos. "Não fazia sentido esconder quem eu amo e respeito", diz ele.

É interessante que a notícia venha a público agora a nível nacional em um dos portais de maior audiência do país. Não houve nenhum fato novo desde as eleições. O que certamente está motivando esta divulgação é o aumento súbito do interesse por tudo que se relacione aos gays provocado pelas demonstrações contra o pastor Marco Feliciano em nível nacional e a repercussão das recentes declarações da Daniela Mercury. É como se tivéssemos dado um tapinha no fiel da balança, atitude comum com as balanças manuais quando se sente que a medida não está muito clara.

É muito bom que se divulgue a trajetória vitoriosa de pessoas como o Edgar, que pode servir de exemplo para muita gente neste momento em que posições estão sendo tomadas. O momento que vivemos representa mais uma das inúmeras bifurcações da história, e quando observamos outros países que já passaram por isso é possível prever qual lado vai sair vitorioso. Felizmente, a notícia é boa.

5 comentários:

Margot disse...

Importante é não deixar que os efeitos desse "tapinha" na balança não se estabilize e pare. De quando em quando será preciso outros tapinhas para que o fiel da balança enfim, chegue ao ponto satisfatório para todos.
Abraços e boa semana

Oliveira Santos disse...

Interessante não sabia disto, primeira vez que estou lendo esta notícia.

Anônimo disse...

Surpreende que a eleição de um prefeito brasileiro abertamente gay não tenha sido plenamente divulgada, pois se contrapõe muito bem ao tradicional imaginário popular negativo desse grupo. E eleito em uma cidade do interior de São Paulo, estado da N. S. Aparecida.
Mais ainda, o cara ainda é católico praticante e não abre mão dessa opção. Como diz a propaganda: 'não tem preço!'.

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

e são interessantíssimos eim? rs

railer disse...

também não sabia. valeu por divulgar! seu espaço sempre é bacana e gosto de vir aqui ler suas postagens.
abraços!