segunda-feira, 22 de abril de 2013

Saulo

Acabei de ler esta notícia publicada hoje e assistir ao vídeo que a acompanha. Me desarranjou. Não consigo nem comentar. 

8 comentários:

Margot disse...

Li sobre isso mais cedo. Triste...muito triste.

Gus disse...

Porra!

Marcos Rocha disse...

A ignorância cega e a intolerância mata... muitos outros Saulos já morreram e tantos outros ainda morrerão, tudo em nome da falta de cumprimento ao mandamento máximo de "amar-vos uns aos outros como Eu vos amei" e "amai ao próximo como a si mesmo". Nós comemoramos diversas conquistas nas cidades grandes, mas a realidade nos confins deste Brasil ainda é desoladora. Só nos resta acreditar na luta e seguir em frente para a conquista do direito à vida, ao respeito e à dignidade humana.

Lucas T. disse...

A professora falou com a melhor das intenções, mas chamar o cara de aidético é pra foder o cu do palhaço, ainda mais vindo de um educador.

Anônimo disse...

Essa é a realidade: num dia o prefeito querido por sua cidade, no outro o rapaz rejeitado pela vida.

Anônimo disse...

Chocado!!!! Viver em um País onde as pessoas são enganadas e ludibriadas por espertalhões dá nisso!!!! Lamentável!!!!

railer disse...

tristíssimo...

Anônimo disse...

O q dizer? Também prefiro o silêncio...