quarta-feira, 5 de junho de 2013

A Nigéria é aqui


Uma pessoa desavisada poderia pensar que o mapa acima reflete o grau de desenvolvimento dos países do globo, mas na verdade trata-se do nível de aceitação da homossexualidade conforme divulgado hoje pelo instituto de pesquisas PewResearchCenter. Coincidentemente, e sem nenhuma surpresa, a aceitação é geralmente maior nos países mais desenvolvidos e o nível de rejeição cresce com o atraso do país. Como sempre se soube, homofobia e atraso andam juntos e são a mesma coisa.

É claro que toda estatística se baseia em médias e que populações não têm homogeneidade absoluta, por isso é possível encontrar homofóbicos no Canadá (que tem nota 80 de aceitação) e pessoas extremamente favoráveis aos LGBT no Brasil (que ganhou nota 60), mas no geral o retrato da aceitação corresponde ao que a gente já sabe pela observação prática.

Como nada é impossível, o Brasil sediou hoje em Brasília uma marcha com 40 mil pessoas em defesa do atraso, da intolerância e do subdesenvolvimento. A julgar pela disposição do homofóbico Malafaia, o Brasil desceria na classificação para os níveis de Tunísia, Paquistão ou Nigéria.

8 comentários:

Anônimo disse...

o Japão talvez seja o único caso de um pais muito desenvolvido com uma nota relativamente baixa (54)

Margot disse...

se formos separar o Brasil por regiões e fazer a mesma pesquisa, teremos algumas bem próximas a esses países...infelizmente.
Abraços Luciano

Anônimo disse...

E com essa pesquisa, chegamos a conclusão de que o brasileiro mente à beça.

Oliveira Santos disse...

Por aqui não temos maremoto, nem furacões nem terremoto e nem vulcões mas temos políticos que fazem o mesmo estrago, e o povo não ajuda mesmo!!!!

Dimas disse...

Concordo com a Margot - por regiões teremos números bem diferentes.
Aqui no Ceará com certeza seria bem próximo ao da Turquia.

Anônimo disse...

Desculpe postar um comentário que não tem a ver com seu post, mas acho que combater atitudes como a "marcha dos evangelicos contra o casamento gay" é uma forma de mante alguns direitos e combater a o preconceito.
http://www.youtube.com/watch?v=WcH9iAbe4IM

Anônimo disse...

A Russia, heim? Não bastando a herança vermelha de pobreza do povo e riqueza excessiva de meia dúzia, industria fajuta, indigência política, entre outros tantos, os padrões sociais não são lá melhores.
No quesito em questão, os russos são salvos da rabeira por islâmicos e africanos.
E ainda temos de aguentar propaganda política do PCdoB na TV, às nossas custas.

Sidney Gaga disse...

eu [tristemente] notei a ausência da Escandinávia nesta pesquisa, países ultradesenvolvidos que são paraísos gays - não foram mencionados