terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Cheio de embófia

Pouca gente se deu ao trabalho de analisar a razão do sucesso tão repentino do meme da Luíza no Canadá, e a resposta é muito simples e traz uma excelente constatação. Aproveitar um comercial de 30 segundos para contar que a filha está no exterior e ainda tentar fazer esta informação fora de contexto soar natural deixou a frase extremamente pedante. A boa constatação é que o brasileiro não gosta de pedantismo e usou de humor para tirar um grande sarro da cara do pai da Luíza que aparentemente nem percebeu que estava sendo zombado.

O pedante é aquele que aproveita qualquer brecha para incluir uma informação desnecessária que o faça parecer superior. São aqueles que quando recebem um cumprimento do tipo "Gostei da sua camisa" em vez de dizerem simplesmente "Obrigado" emendam com um "Comprei em Amsterdam". Todos conhecemos alguém assim. Conseguir fazer um país inteiro rir da cara deles sem que eles percebam é a mais doce das vinganças.

14 comentários:

Dan disse...

verdade!
falou e disse... ehehe

TONY GOES disse...

É isto mesmo.

Anônimo disse...

E esse comportamento no mundo gay é extremamente comum, principalmente entre os mais jovens. É um saco ter de aguentar essas "bibas-carão" com suas batidas camisetinhas da Abercrombie & Fith, destilando um rosário de futilidades...Que fardo!

Hétero disse...

Luciano, meus cumprimentos por sua elegância e paciência no pós-post 'O Coração e o Cérebro". Nem a Duquesa de Cambridge, com todo seu princex-appeal, aguentaria tanto sem mandar alguém, bom, tomar no cu não seria o caso, mas para certa parte. Mas onde será que você arranjou tantos seguidores revolucionários? E eu que achava que os gays só gostavam de arte e poesia.

Margot disse...

Sei não!!! Estou com a impressão de que esse post tem a ver com o comentário do "FER" no post anterior. Mas, no caso, a tréplica teria vindo antes da réplica... Amsterdam... Holanda... Canadá... Dinamarca.... pedantismo???!!! Bom, deve ser mesmo só impressão não é Luciano? Ab.

AliKerouak disse...

Não podia escrever de forma mais clara. E ainda tem gente que não entende a graça!!

Lobo disse...

Olha, pedantismo desse ser uma das características que mais detesto nesse mundo... Quem aguenta?

marta matui disse...

Não aguento mais essa história... rs... que saco. Ontem estava lendo uma entrevista com o Rodrigo Rosner que estreou no SPFW e o jornalista perguntou da emoção, da roupa, do processo criativo e aí perguntou se o Rodrigo achava que a Luiza devia voltar do Canadá! cara, que imbecilidade! não aguento mais, rs.

Cara Comum disse...

Pois é. Descreveu com exatidão o que acontece!

Como eu sei que esse meme ainda deve durar mais um pouco, sou do time do "se não pode vencê-los, junte-se a eles" e resolvi entrar na brincadeira também.

Até compreendo que tem muita gente irritada com isso (menos Luiza que está no Canad... Droga! Ela voltou!), mas fazer o que? É esperar a onda passar!

Abraços, meu caro!

Fernando disse...

@Margo: Pois é, Margot... Eu conheço a Dinamarca e a Suécia. Mas não conheço a Holanda nem o Canadá. :( Mas conheço 14 ou 15 países europeus. E moro agora em Paris (falar "moro em Paris" é o ultimate pedantismo, nao é?). E escrevo sobre isso no meu blog, olha que ousadia?! :O Super pedante, não?

Sabe a razão pela qual eu não me importo com isso? Porque prefiro ser chamado de "pedante" a ser "falso modesto que fica blasé para tudo". Eu curto cada momento, cada viagem que eu faço porque eu sei a puta sorte que eu tenho, nesse momento, de estar em outro lugar do mundo. São idéias, experiências, pensamentos, lições que eu aprendo e que me fazem ficar um pouco menos pior. E me obrigam a ver a vida de um modo diferente.

Falsa modéstia sempre tem uma boa carga ou de "inveja interna mal resolvida" ou de esnobismo. E esnobismo é bem pior do que pedantismo! Não é só mandar um "Luiza, que está no Canadá" fora do contexto, mas bradar a exclusividade de um empreendimento "para a alta sociedade" de uma cidade. É esfregar um "Eu posso, você jamais poderá!" na cara das outras pessoas.

E disso, Luciano, sinto muito discordar de você... o Brasil está cheio. Brasileiro pode até não gostar de gente pedante mas... mais por ficar puto de não poder bradar assim seu status do que por uma "modéstia genuína". É agressivo demais para a delicada estrutura de relações sociais brasileira.

Beijos,
Fer.

Margot disse...

Luciano, primeiro perdoe-me por usar seu espaço para "me retratar" humildemente (e modestamente) com o "FER". Em segundo Fer, quem dera rapaz, eu pudesse falar com todo pedantismo ou não, que conheço 15 países da Europa (ou de onde quer que seja)e também que moro em Paris. Muito mal, conheço a região onde moro..Rs.. vc realmente deve ter uma "puta sorte" e com certeza, merece por seus próprios esforços estar onde está. Aproveite por mim um pouquinho mais da Europa. Com certeza se eu pudesse estar por aí, não voltaria tão cedo. E se voltasse, com certeza também estaria "menos pior". Idéias, experiências, pensamentos e opiniões realmente nos trazem lições que por bem não devemos esquecer. Na Europa ou aqui no Brasil e (veja só) no blog do Luciano, a quem eu agradeço e fico feliz em dizer: era mesmo só uma "falsa impressão" a que tive a respeito de seu post. Obrigada ao FER e ao Luciano. Até mais. Abs.

Ps:Quanto a Luiza.... devia ter ficado de vez, congelada no Canadá! rsrsrsr....

Anônimo disse...

Luciano acertou em cheio no assunto é verdade, Cheio de embófia mesmo, este comercial do cara o pai da moça foi esnobe sim, para quem não sabe no Nordeste nas principais capitais impera o quem pode mais, quem tem o carrão, mora bem, tem empregão, se veste bem, sabiam que eles dão muito valor a isso, pude comprovar na prática isso, morei lá, achei algo tão mediocre, coisa de gente cabeça pequena pensar assim, claro que eu lidei com gente muito boa, e gentil e solidária, mas têm um povo cruiz credo, é Cheio de embófia mesmo!!!!!

railer disse...

verdade.
pelo menos quando começaram a falar da luiza esqueceram o teló...

Anônimo disse...

conheci uns 14 ou 15 paises da europa,dar uma esticadinha ate as capitais nao é conhecer (JA QUE VC DISSE TER ESTUDADO DOIS ANOS) e morar em paris??? em que condiçoes??pq conheço gente que moro no fim do mundo mais tem muita grana e conforto e conheço gente que mora na europa se prostituindo ou trabalhando em fabricas cortando cabeça de frango morando com uns 04 em um kitinete e fica se achando quando vem ao brasil. ok !! eu esqueci FERNANDO VC É UM MIX DE LUIZA MARILAC ( EUROPÁ) COM SHEILA DO TERÇA INSANA.