domingo, 5 de agosto de 2012

Caminho suave

Você já escolheu seus candidatos para a próxima eleição? Pois eu recomendo que leia e divulgue a Cartilha LGBT para as Eleições 2012/2014, que reúne uma série de diretivas em prol do voto inclusivo, não pensando apenas nos direitos civis da comunidade LGBT mas também nos direitos das mulheres, dos negros, e dos idosos, levando também em conta a necessidade de reforçar a laicidade do Estado.

A cartilha vai muito além da cantilena de 'gay vota em gay' (alertando, inclusive, que "candidatos gays que não tocam no assunto "demandas LGBT" durante a campanha não merecem nosso voto"), e apresenta uma análise criteriosa partido a partido identificando os partidos homofóbicos. O documento está tendo bastante repercussão nos sites evangélicos que acusam a cartilha de promover o voto contra os "valores morais da família".

Aumentar a representação da comunidade LGBT no Congresso é extremamente importante, principalmente neste momento em que o país tem uma bancada religiosa fundamentalista cada vez mais numerosa e atuante que tem aviltado seguidamente os princípios do estado laico. Basta acompanhar a luta árdua que se tem travado para aprovar a criminalização da homofobia para se ter uma ideia da muralha quase impenetrável que a bancada religiosa construiu no Congresso. De nada adianta uma manifestação de rua com milhões de participantes se não houver políticos dispostos a transformar em lei as demandas destes indivíduos.

(Yuri, te deixo um grande beijo pela dica. Bom domingo!) 

5 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

Perfeito isto ... Precisamos alimentar esta consciência maior ...

Oliveira Santos disse...

Assisti o filme Orações para Bobby (Prayers for Bobby) que este blog disponibiliza, além de outros aqui mesmo no cine para todos no arquivo do blog mês de junho, e fiquei refletindo sobre o filme fato ocorrido em fins de 70 e começo da década de 80 que se reflete nos dias atuais, muita coisa ainda persiste no sentido da intolerância, é claro que evoluiu muito, se nos EUA evoluiu, mas ainda existem intolerantes imaginem por aqui!!! Mas ainda é complicada esta situação, a intolerância religiosa, algo da idade média precisamente idade das trevas mesmo. Como que uma bancada que se diz religiosa que deveria pregar o bem para todos agem como verdadeiros perseguidores, como nazistas mesmos!!!! É inconcebível que pessoas pagas com nossos impostos hajam de uma forma tão medieval com uma minoria, eles são os donos da verdade? Claro que não, como ninguém o é. Quanto a cartilha é algo muito importante uma ferramenta de esclarecimento aos não esclarecidos. E o mais importante, é uma cartilha não apenas para comunidade LGBT mas para os outros seguimentos da sociedade, e o mais importante ainda "REFORÇAR A LAICIDADE DO ESTADO" Somos um estado laico, para quem não sabe O Estado laico é governado sem interferência de princípios religiosos, sem religião oficial ou qualquer coisa nesse sentido que possa influir nos rumos de um governo.

Julio Seidenthal disse...

Parabéns pelo post, muito apropriado.

railer disse...

boa e importante dica!

Yuri disse...

:D
boa dica (modéstia à parte), muito bem aproveitada hehehe
bjão