terça-feira, 3 de setembro de 2013

Natural

A boa notícia desta semana vem da Austrália, onde o candidato à re-eleição como primeiro ministro Kevin Rudd fez uma defesa muito digna, embasada e segura do casamento igualitário durante um debate em rede de televisão. Um dos participantes, que se identificou como pastor e representante de uma rádio cristã e que apresentou os surrados argumentos religiosos sobre a homossexualidade não ser natural e ser condenada pela bíblia, foi contra-argumentado por Kevin Rudd de forma tão segura, direta e apropriada que fez o pastor praticamente perder o rumo. Kevin Rudd foi bastante aplaudido.

É inspirador quando um político importante e heterossexual defende o casamento igualitário com tanta convicção. É um sonho ainda distante para nós brasileiros, que temos na maioria de nossos políticos o interesse único pelo voto e pela manutenção do mandato. Muitos de nossos políticos importantes até têm visões liberais da sociedade, mas vivem pisando em ovos com muito medo de melindrar evangélicos ou a igreja, e com isso mantêm em público opiniões que seriam mais apropriadas na Idade Média.

10 comentários:

Lucas T. disse...

Coooool!

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

coooool! [2]

Anônimo disse...

Complexo de vira-latas. Só pra citar um, Marta Suplicy é ht e faz essa defesa há 20 anos.

Roberto.

Anônimo disse...

Mas pelo que eu saiba a Marta nào é nem primeira ministra e nem presidente!!!

Anônimo disse...

A Primeira Ministra australiana não é a Julia Gillard, que é contra o casamento gay? Acho que esse Rudd nao é candidato a reeleição. Até porque, se fosse o primeiro ministro atual, ele poderia ter trabalhado para aprovar o casamento igualitário

Luciano disse...

O Kevin Rudd foi Primeiro Ministro da Austrália de 2007 a 2010. A Julia Gillard - que é contra o casamento igualitário - entrou em 2010, mas perdeu para o Kevin Rudd agora em 2013. Desde junho último o Kevin Rudd é novamente o Primeiro Ministro. Daí a "re-eleição", embora não em mandatos contínuos.

Abraço,

Anônimo disse...

Arrasou! E a cara do pastor é ótima! rs

Homossexual e Pai disse...

perfeito! tomei a liberdade de linkar no meu blog, vou publicar no dia 7 de setembro, dia da "indepedÊncia", no caso, indepedencia de opinião!

Marcos Campos disse...

Legal mesmo !
Nas últimas eleições por aqui deu pra ver claramente os candidatos mudando de opinião por votos !

[ joe ] disse...

Foi muito positiva a resposta do Rudd e por aqui só se fala disso, já que sendo ele eleito, os direitos igualitários e o casamento gay passarão a ser uma realidade na Austrália - coisa que já ocorre na Nova Zelândia. Ponto pra eles!
Eu não tenho direito a voto, mas tô torcendo pra que ele ganhe, por uma questão de princípios, porque como você deixa claro, o mundo precisa de mais mentes como a dele.

[j]