quinta-feira, 21 de março de 2013

Das mil e uma noites

Existem vários vídeos contundentes de Rachel Sheharazade, jornalista do SBT, pululando pelo facebook onde ela dá duro em políticos. Por isto é um choque que no jornal de ontem a jornalista, que coincidentemente é evangélica, tenha defendido Marco Feliciano. Rachel, que demonstra tanta inteligência em outros depoimentos, desenha sua defesa com argumentos furadíssimos. Primeiro, porque afirma que Marco Feliciano foi eleito democraticamente, quando todo mundo sabe que a votação aconteceu em assembleia realizada a portas fechadas e é resultado do conluio espúrio do condomínio de partidos que fazem parte da base governista.

Segundo, porque ela parece achar que Marco Feliciano é simplesmente um homem de opiniões polêmicos. Dona Rachel, opinião polêmica é achar que vestido vermelho decotado cai bem para um velório! As opiniões do Marco Feliciano são racistas e calcadas no fato de ele achar que algumas pessoas são inferiores pela cor da pele ou pela identidade sexual. Isto não é opinião polêmica; isto é um desvio de caráter e um crime.

E por último, ela parece achar que todo o imbróglio está acontecendo só pelo fato de ele ser pastor. Dona Rachel, a senhora agora só faltou relinchar!

7 comentários:

Fausto disse...

Veja este que é pior ainda. Engraçado que neste ela acha que o Estado é Cristão, mas no do Feliciano ela diz ser laico. Parece os evangelicos que usam a biblia como é conveniente
http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=tyft5PRW_f4

Margot disse...

... é um desvio de caráter e um crime.

Essa frase resume a "personalidade" do sujeito.

E realmente, com essa ela faltou relinchar, porque coice, parece que já está dando.

Abraços Luciano

Anônimo disse...

e ela não vai ser demitida, será?

Anônimo disse...

Não é surpresa nenhuma pra mim. A mulher hétero e evangélica é quem mais odeia e discrimina os homossexuais, o pior tipo de homofóbico. Ela se escuda na aliança de ouro da mão esquerda e tome preconceito, principalmente contra lésbicas.
É bom que os homofóbicos brasileiros mostrem a cara, do mesmo jeito que os homofóbicos americanos fazem. Pelo menos a gente sabe quem é contra o quê. O politicamente correto encobre e vela muito ódio...

Tiago disse...

Pois a mim essa senhora há muito tempo não desce. Desde o primeiro vídeo dela que fez sucesso, quando ela fala do Carnaval, há um ranço de moralismo, de "eu estou por cima da carne seca". Então, é isso que ela é: moralista, como o senhor Boris Casoy, mas que passa a ideia de crítica de plantão.

ivan disse...

evangélica? então não precisava dizer mais nada. Desperdício de post.

Rods Amaral disse...

Evangélica? Então ta explicado seu ponto de vista sobre o carnaval. Então essa alienada religiosa está sendo paga para expor sua visão sobreo que pensa? Pra mim credibilidade zero.