sábado, 30 de março de 2013

Entre tapas e beijos

Nestas horas eu tenho muito dó da mãe da Joelma da Banda Calypso. Porque ter uma filha com cara de biscate, que se veste mal, canta mal, dança mal, e que só abre a boca para falar merda... mãe nenhuma merece. Mas não me surpreendo - afinal há pouco mais de seis meses ela já tinha dado os primeiros sinais públicos de homofobia quando foi surpreendida em vídeo pedindo a um fã gay que se "convertesse".

Eu nem deveria estar perdendo meu tempo falando aqui desta mulher tão brega e insignificante. O que me leva a escrever é outro motivo. É eu ter lido o depoimento de um rapaz gay justificando e defendendo a Joelma "porque ela é um amor de pessoa e só fala estas coisas porque leva a Bíblia muito a sério - ela não quer o mal para os gays". Aham, senta aqui, Cláudia!

É inacreditável que nos dias de hoje ainda exista gente tão burra que não tenha percebido que homofóbicos não têm rabo e chifres. Eles podem ser gente com carinhas de santos, podem ser nossos irmãos, amigos, vizinhos. Não precisam necessariamente sair por aí arrebentando a cabeça de gays com lâmpadas fluorescentes.

Joelma acredita que todo gay deve buscar o caminho da "cura", da "conversão". Ela vê gays como doentes ou drogados. Esta forma de homofobia insidiosa é tão ou mais danosa do que a homofobia declarada dos que assassinam gays cruelmente no cara a cara. Joelma exala burrice por todos os poros e seu depoimento mais recente só comprova isso.

19 comentários:

((ADRIANO)) disse...

A primeria vez ainda teve gays e simpatizantes desavisados que levaram como mal entendido.
Agora não, é declarado, explícito, não há como ter uma saída lógica para o "fui mal interpretada".

E ainda tem fã gay que não tem um pingo de noção ou amor próprio e a defende tampando o sol com a peneira.
ACORDA seu bobo! Ela te acha um ser humano e cidadão de segunda, um doente, um endemoniado.

Quando a homofobia violenta que mata e machuca sai na mídia, acelera a conquista dos nossos direitos.
Já esse tipo de homofobia verbal é a responsável direta pela manutenção da desigualdade de direito e cidadania gay.

P.S.
É bem provável que esse tipo clássico de frase vai ser dito da parte dela:
Eu?! Homofóbica?! Imagina! Tenho até amigos gays...

Sidney Gaga disse...

só posso assinar embaixo - brilhante texto - alvo detonado cirurgicamente parabéns - só fico pensando no laureado pessoal da Banda Uó "joelma e o/a ximbinha....faz Uó" bem uó mesmo! xD

Margot disse...

Luciano, a banda "colapso" pra mim nem existe... uma mulher vulgar e que acha que cantar e gritar é a mesma coisa....affffee. Ela certamente bate a cabeça pra ver se o cérebro pega no tranco. Só pode!!!
Ignoro!!...e aos fãs, também.
Abraço... bom domingo.

Anônimo disse...

Luciano, concordo totalmente com você.
Hoje passei um dia ruim, muito ruim. Um daqueles dias de reflexão, em que a gente para e se pergunta "o que será da minha vida". O dia todo martelando na minha cabeça declarações de Joelmas, Felicianos, Malafaias. Isso por que essas declarações encontram ecos nos nossos amigos, vizinhos e familiares. É doloroso. Eu sei que não deveria dar crédito a essa gente, mas é impossível, pois por todos os lados encontro apoio a eles. Por todos os lados encontro pessoas que "não têm nada contra os gays, mas...". Sempre tem o "mas...". É inacreditável. A vida parece ser comandada por gente burra. Eu me sinto de mãos e pés atados. Você tem a vantagem de ser livre, eu ainda vivo em um armário sufocante e escuro. E o pior é que não sou um adolescente se descobrindo gay, sou um homem feito, que se sente impotente diante dessas pessoas. Sinto vergonha da minha covardia. Aos poucos tento me declarar para minha família expondo meu ponto de vista e tentando fazer verem o outro lado da história, mas sempre acabo soterrado por declarações homofóbicas. Mesmo tendo estudo e formação, até muito mais que meus irmãos, me sinto um fraco, um bosta. Será possível que a essa altura da minha vida a minha família ainda não percebeu que sou gay? Desculpe o desabafo.

Oliveira Santos disse...

Sabe o porque ela fala isso, porque já deu o que tinha que dar neste estilo dela, acho que agora quer virar cantora gospel!!!! Coitada!!! Quer ficar bem na fita!!!!!!!

Anônimo disse...

Leio seu blog praticamente todos os dias. Adoro tudo o que você escreve e (quase) sempre concordo com suas visões.

Só gostaria de pedir uma coisa: continue postando e emitindo opiniões (e divulgando ações e iniciativas relacionadas à causa gay).

Sou seu fã.
Enfim, é isso.

Obrigado

Anônimo disse...

O pior tipo de homofóbico é mesmo esse do MAS. Nada contra os gays, MAS.
Já o tipo mais comum é aquele do NATURAL ("o homossexualismo não é natural"). Geralmente esse do NATURAL pode ser também o homofóbico ADÃO e EVA ("Deus criou Adão e Eva, não Adão e Adão).
O tipo mais ridículo de homofóbico é aquele HÉTERO DISCRIMINADO. Típico dele: "Eu não posso beijar minha mina num bar, mas já vi um monte de gays se agarrando, quase nos finalmente e ninguém diz nada". Realmente, a gente quase não vê um casal hétero se beijando em público... kkkk
Tem também o homofóbico DOS OUTROS. Diz que não vê nenhum problema com gays, mas na casa dos outros, na família dos outros, na empresa dos outros...
Essa lista não tem fim, mas gostaria de falar do homofóbico HOMO. É aquele que dispara um comentário de aversão toda vez que se sente atraído por um cara. Esse tipo soooofre rsrsrs

Marcos Rocha disse...

Quando a gente pensa na Joelma no cenário nacional, sabe que ela pouco representa, mas quando pensamos nela no cenário regional, sabelmos que ela tem grande voz, especialmente no norte/nordeste do país. O grande problema é que seus fãs não são pessoas muito esclarecidas e desta forma, repetem suas afirmações como se eco fossem e com isso disseminam ainda mais a intolerância. Ela foi no mínimo irresponsável em dar tal declaração e extremamente ridícula em fazer comparações sobre assuntos sobre os quais ela não tem domínio. Eu, quando morei no maranhão, até que gostava do seu gingado, mas dado tamanha ignorância, ela tem o meu mais profundo desprezo, com votos de que ela ao parir seu filho aos 45 anos, tenha uma bichinha para pagar a língua...

Anônimo disse...

Parabéns pelo texto maravilhoso e um uma inteligência impar. Pessoas como JOELMA e CLAUDIA LEITTE,fazem fortunas vendendo seus produtos derminados aos gays,se dizem cristãs e mostram a bunda,ainda tem gay que as apoias,so mesmo sendo burros..

Professor disse...

ola anonimo não assumido...
Sei que é dificil o que vc esta passando, minha família e toda evangelica, mas eu me assumi mesmo assim... não doi tanto e eles acostumam rsrsrsr vc disse que estudou mais que seus irmãos.. eu tb e hj estou mehor financeiramente que todos eles,, assim nada devo e vivo minha vida... não aconselho se assumir pra quem é dependente... infelizmente o fator dinheiro conta... se muda... ora longe de todos e se encontra só no nata, casamento e enterros... vc vai ser bem mais feliz... me desculpa se dei pitoco na sua vida... ´beijos e seja feliz

Anônimo disse...

com votos de que ela ao parir seu filho aos 45 anos, tenha uma bichinha para pagar a língua... (2)

Ricardo E.

Dimas disse...

- Nem ía comentar ,pois a burra nem merece, só para estou aqui para dizer que seu texto é excelente- definiu muito bem tal figura que espero um dia colocada em seu devido lugar: lixo.
Abraço Luciano.

Anônimo disse...

O PIOR ESTÁ POR VIR ATENÇÃO LEIAM ESTA MATÉRIA!!!! MUITO SÉRIO!!!
Com a autorização do Luciano peço que coloque este tema se possível no blog.

http://blogdozecelso.wordpress.com/2013/03/30/feliciano-e-a-ponta-de-lanca-da-ameaca-de-um-golpe-de-estado/

Anônimo disse...

Anonimo aí de cima, ainda bem que você é independente financeiro não deve satisfação a ninguém e é formado e preparado, isto já é o principal, não deve satisfação a ninguém, seja feliz, vá viver a sua vida, e siga em paz, não precisa ficar dando satisfação a ninguém e ninguém precisa saber, se não está preparado para dizer a sua família principalmente a mãe e pai não diga nada, cada um têm o seu tempo, simples assim. Abs.

Cláudio Luiz disse...

((Adriano)), convenhamos, esta não era muito difícil de acertar. Não dá para errar nem as vírgulas.
"Ao EGO, a cantora se explicou sobre o que disse. "Se eu fosse homofóbica, não teria amizade com gay. O que eles fazem é problema deles, não tenho nada com isso. Não fiz nada para agredi-los e não tenho esse direito. Mas sou contra o casamento gay. Seria o mesmo que eu concordasse que meu filho gay se casasse. Uma mãe quando sonha coisas para o filho só sonha coisas boas"."
Imagina se ela fosse? Na cabeça desses burrinhos homofobia é só quando mata.

((ADRIANO)) disse...

Cláudio Luiz,

O pior que ela tem a certeza de que seus fãs gays ainda continuarão indo a seus shows(e talvez esteja certa).
A mídia deveria execrá-la, pois o que falou é crime, é discurso de ódio e não há religião nesse mundo que justifique discriminar o seu próximo.

Mas a mídia fica no oba-oba da audência. Assim como faz com Feliciano, Malafaia e Bolsonaro. Fazendo com que seus discursos de ódio disfarçados de "opinião" criem raizes.

Nessa semana a Joelma fez discurso contra o casamento gay, o PEARL JEAM fez discurso a favor do casamento gay no Lollapalooza...
Cláudio, acho que a gente ficou no lucro...

ArabeAlli disse...

Joelma..? É quem??

railer disse...

fala sério... pior é que ela tem um monte de seguidores que escutam essa besteira e acham que é correto.

ela é quem tá precisando de tratamento...

Lola Palooza disse...

Joelma assinou atestado de atrasada para a posteridade - logo logo suas declarações estarão num museu testemunhando a vergonha de uma época, tal como aconteceu com as declarações dos senhores de escravos desconfiando se eles eram realmente humanos ou animais etc etc, se juntou a gente como Susana Vieira, Cássia Kiss, Myrian Rios, Cláudia Leitte, ... Pena dessa gente, tão perdendo o bonde da história por fundamentalismo religioso...