terça-feira, 12 de março de 2013

É casado? Tem filhos?

Deve ser muito engraçado o manual que esta nova pseudo esquerda latino-americana usa para governar, mas basta observar Argentina, Equador, Bolívia, Venezuela, e Brasil para ver que muita coisa ali provavelmente saiu da mesma mente torta. A ideia de controlar a imprensa, por exemplo. Para esta gente desacostumada ao debate e com ideia fixa na "propaganda", só pode existir notícia a favor.

E tem também a estratégia de insinuar que o candidato da oposição é gay. Quem não se lembra da Martha Suplicy atacando o Kassab há tão pouco tempo? Pois Nicolás Maduro, na Venezuela, abriu a cartilha na mesma página e já começou os ataques ao bonitão Henrique Capriles, o candidado da oposição.

6 comentários:

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

OMG!!!

Anônimo disse...

É casado?
Tomara que não.

Tem filhos?
Para mim sem problemas.

Bora pra venezuela!

Margot disse...

OMG(2) rsrrsrs...
Quanto ao maduro, sempre desconfio desses camaradas que acham necessário provar sua masculinidade em publico. Beijar a mulher e ainda falar que gosta???? Sei não, sobre homofóbicos já se sabe... são puramente gays enrustidos.
Abraços

Anônimo disse...

Esse Maduro já está maduro de usar calcinha rosa ás escondidas, é um idiota mesmo, boçal igual ao antecessor, corre nas mídias que aquele corpo exposto não era do dito cujo, era um boneco de cera, ele morreu tem tempo de infecção respiratória em Cuba, a presidente da Argentina se recusou a fazer um discurso, após ver o dito cujo, e voltou ás pressas para a Argentina, igual a nossa presidente mamulenga quanta pataquada heim!!!!!

Anônimo disse...

com o Chalitta não é muito diferente...

Anônimo disse...

É assim mesmo na América. Do Canadá pra baixo tem que mostrar que gosta do sexo oposto. Interessante porque a homoafetividade grita em certos casos. Mas aí a gente chama de comandante e tá tudo certo chorar loucamente por outro cara...