domingo, 16 de outubro de 2011

Encarando Spock de frente

O ator Zachary Quinto sempre foi reticente em relação à sua sexualidade. Nunca confirmava nem desmentia nada - muito pelo contrário. Até que se assumiu publicamente esta semana, de forma bastante elegante e natural, no meio de uma entrevista à revista New York.

Ao falar sobre a aprovação do casamento no estado de Nova York e os recentes suicídios de adolescentes gays, Zachary completou com "Como gay eu posso olhar para tudo isto e dizer que existe uma desesperança que nos cerca, mas como ser humano eu olho para estas coisas e me pergunto 'Por que? De onde vem esta disparidade toda, e porque não podemos, como sociedade e cultura, ir mais fundo para analisar isto?' Nós morremos de medo de nos encarar de frente".

11 comentários:

Daniel disse...

A resposta é que existe uma coisa chamada Igreja Católica e houve uma Idade Média que nos atrasou e ainda atrasada alguns milênios na rota da evolução.

Eu vi pelos países bárbaros onde a influência romana não foi tão grande (Alemanha e Suécia, para ser mais preciso) que a aceitação da homessexualitude (vou usar esse sufixo agora para sair da briguinha chata do ismo X dade e sem o mais amplo possível) já é coisa do passado, bebê.

Aliás, é o 2º ator de Jornada assumidão. George Takei, o Sr. Sulu do elenco da série clássica também é assumido e é ativista da causa. Na passarela ele é passivista.

Papai Urso do Interior disse...

Sorte de quem tem o coração desse gajo.

Fernando Sobrinho disse...

Já era mesmo esperado que isso acontecesse. Concordo que ele fez com elegância e bom senso.

Invejarei o namorado dele: sempre achei o Zachary Quinto bem charmoso.

Marcos Rocha disse...

Gostei da atitude do cara; de forma normal, como a coisa deve ser encarada, ele deu seu recado. O principal disso tudo é quando ele dia que, como ser humano, ele olha para estas coisas (comprotamentos preconceituosos) e se pergunta por quê?
A coisa é por aí mesmo. Se cada um se fizer essa pergunta, descobrirá que em nada somos diferentes, nem melhores, nem piores. Apenas humanos que querem amar livremente, sem ser considerados aberrações pecaminosas.
A luta continua. É chagada a nossa hora.... falta pouco para sermos respeitados de fato...

Luiz Paulo disse...

P mim ele ja tinha saido ha mto tempo, e ele é LINDO tbm hehehe

Anônimo disse...

Achei muito legal a saída dele, mas quanto a ele ser bonito fico dividido. Não consigo olhar para ele sem lembrar do Sylar abrindo a cabeça dos outros em Heroes... Espero que o namorado dele não tenha assistido a série!

[ joe ] disse...

Fiquei feliz com a noticia, li a nota que ele liberou em seu site e fiquei emocionado (http://www.zacharyquinto.com/news/2011/10/post.html).
E concordo com o anonimo aqui de cima, o trauma de Sylar é grande. Mas ele é um fofo. Boa noticia pra começar a semana.
bjo

[j]

railer disse...

mais que spock, pra mim ele será o eterno e temido sylar, de heroes.

muito bom ele dar essa resposta.

Cara Comum disse...

E vamos ganhando força nessa luta, minha gente!

alan raspante disse...

acho que agora sim, ele pode ser um ator completo. creio que para ser um bom ator é preciso estar bem consigo mesmo. esta atitude me pareceu isto.

espero que ele não tenha o mesmo fim que tantos tiveram quando resolveram se assumir. querendo ou não, hollywood é guerra de gigantes. felizmente, ele me parece ser um bom 'adversário'.

TONY GOES disse...

Também escrevi "dr." Spock no meu blog e na minha coluna no F5, só para um trekkie me lembrar que não é dr. - é sr.