quarta-feira, 23 de maio de 2012

Construa, e eles virão

Inca e Rayas são dois pinguins machos que vivem no zoológico de Madri e não se separam. Passam o dia juntos, se ajudam, transam um com o outro, se divertem, interagem com os outros pinguins da colônia. Nos últimos tempos eles conseguiram dar um recado para os administradores do zoológico: fizeram um ninho e ficaram esperando. Há um mês o zoológico finalmente decidiu entregar-lhes um ovo, com a certeza que não haverá na colônia melhores pais. 

Curiosamente, Inca e Rayas nunca sofreram qualquer tipo de bullying dos companheiros. Nunca foram discriminados ou atacados pelo grupo. E os dois felizes futuros papais nunca demonstraram qualquer tipo de embaraço ou vergonha de ser como são. O que serve para mostrar, mais uma vez, que a homossexualidade é natural, a homofobia não.



4 comentários:

Margot disse...

Adorei Luciano. Temos muito o que aprender com os animais..rsrr. É engraçado falar isso, mas é vero. A fidelidade dos cães, o amor e agora mais essa. A aceitação irrestrita do casal de pinguis, pelo bando ... é Papá e papá. Lindo.
abraços

Lobo disse...

Homossexualidade é uma coisa bastante comum em aves marinhas.

Antigamente não se tinha muita noção, porque nas aves que não tem dimorfismo sexual, quando se faz observação na natureza, é quase impossível dizer quem é macho e quem é fêmea. Com o advento dos centros de recuperação e zoológicos (o ultimo cercado de críticas severas, mas possui seus prós com relação a pesquisa) foi possível começar a sexar as aves e notar o comportamento.

Tem um texto que eu adoro que fala sobre essa questão com uma linguagem muito amigável para quem não é da zoo.

http://papodehomem.com.br/evolucao-homossexualidade/

Abração Luciano!

Alex Bez disse...

voce viu o que acabou de ser divulgado na internet???
a união civil para gays foi aprovada no senado!
precisamos de um post sobre isso, rsrsr!
adoro seu blog!
abs

Jota Farr disse...

Fofo demais! Além de representar tanto, em muitos níveis!