quinta-feira, 3 de maio de 2012

Rufus Wainwright

Rufus Wainwright nasceu em uma família musical. O paí, a mãe, as irmãs e o tio são músicos. Neste ambiente Rufus Wainwright deve ter respirado música desde o berço, e aos treze anos de idade já estava em turnê com o grupo The McGarrigle Sisters and Family formado com a mãe e as irmãs.

Rufus Wainwright é gay assumido praticamente desde os seis meses de idade. Eu descobri sua música há cerca de dez anos na trilha sonora do primeiro filme Shrek. O filme tem uma versão linda de Hallelujah (o clássico de Leonard Cohen) cantada pelo John Cale, mas o John Cale não podia aparecer no disco devido a conflitos contratuais. Rufus Wainwright foi convidado para suprir a falta no disco do filme, e a trilha sonora em CD acabou ganhando esta interpretação linda desta música difícil que todo todo cantor que se preza tenta gravar mas que nem todos conseguem.

Rufus Wainwright - Hallelujah:

Outra gravação dele que faz parte da minha trilha sonora é I Eat Dinner (When The Hunger's Gone), da trilha sonora de Bridget Jones - No Limite da Razão, de 2004, cantada em dueto com a Dido. É a música que eu recito mentalmente toda vez que estou jantando sozinho na mesa da cozinha no final de algum dia cansativo enquanto vejo todas as fotos de jantares maravilhosos em lugares sofisticados que meus amigos publicam no facebook. I eat dinner at the kitchen table... I eat leftovers with mashed potatoes... No more candlelight, no more romance, no more small talk... when the hunger's gone.

I Eat Dinner (When The Hunger's Gone) - Rufus Wainwright & Dido:

Rufus Wainwright não para nunca, parece ter uma criatividade quase perturbante. A cada ano vem com lançamentos, músicas e ideias novas. Os fãs agradecem. Esta semana lançou disco novo, e Out Of The Game é mais uma dose de Rufus Wainwright exatamente do jeito que os fãs esperavam: uma delícia! No vídeo de Out Of The Game, a música que dá nome ao álbum, Rufus Wainwright é dublado por Helena Bonham Carter.





2 comentários:

Margot disse...

Gosto dessa versão do Hallelujah, mas confesso gostar mais dela cantada pelo grupo "el Divo". Quanto a Bridget, a trilha dos filmes é linda e tenho algumas músicas. Essa, é das mais bonitas... "sem luz de velas, sem romance, sozinho...." diz muito. Beijão Luciano.

Anônimo disse...

É uma k.d. lang afeminada. E só.