domingo, 20 de maio de 2012

Stayin' alive

Assim não dá! Três dias depois de levarem a Donna Summer levam o Robin Gibb?! Alguém deve estar preparando uma grande festa lá em cima. O Maurice já tinha partido em 2003, agora ficou apenas o Barry Gibb para lembrar o trio que marcou mais de meio século de música.

Eu me lembro exatamente da primeira música deles que caiu no meu ouvido: How Can You Mend A Broken Heart, do album Trafalgar (de 1971), que continua nova mais de 40 anos depois e certamente está entre as 10 melhores músicas românticas já produzidas. E com as músicas da trilha de Saturday Night Fever eles deixaram a marca definitiva na era disco - não há quem não tenha rodopiado de olhos fechados ao som de You Should Be Dancing, Jive Talkin', More Than A Woman ou Stayin' Alive.

Nos anos 80, quando eu trabalhava na Arábia Saudita, tinha uma música gostosinha dos Bee Gees que fazia um sucesso gigantesco por lá, e que eu nunca ouvi por aqui: We're The Bunburys. Uma raridade. Quem quiser ouvir e guardar, tem aqui.

Eu acho que começo a entender porque as pessoas, com a idade, vão ficando cada vez mais serenas em relação à ideia da morte. É que chega um momento em que o outro lado começa a ficar mais interessante do que este.

3 comentários:

Margot disse...

Eu sou uma das que dançou de "rostinho (e outras partes) coladas"... rsrsr. Era muito bom! Em consequência disso, a idade rsrs, também já me deixou mais serena com relação à morte. Do lado de lá tem muita coisa boa.... bora aproveitar....rsrsr
Abraços e boa noite

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

A vida é assim ... vai ceifando ... ceifando ... mas q ceifa é esta q seleciona tanto eim?

Anônimo disse...

Outra perda lamentável, além de gostar das músicas famosas e conhecidas por todos, gosto muita da música tema do personagem ainda bem jovem do Leonardo Vieira da novela Sonho Meu das 18:00 na Globo:
"For Whom the bell tolls" Linda demais, ainda mais tema do personagem gatão e ainda novo!!!!