domingo, 25 de novembro de 2012

Sexo onde não tem sexo

Hoje em dia quase todo mundo fala inglês mais ou menos, o que é bom. Jornalistas podem dar notícias em primeira mão, ler jornais estrangeiros, enfim estar mais por dentro de tudo. O problema é quando o "mais ou menos" atrapalha.

O Globo de hoje traz reportagem com Jane Fonda com o título "Aos 75 anos Jane Fonda diz gostar cada vez mais de sexo". Logo após fazer todo mundo pensar em sexo, uma declaração da atriz: "Dilma, você é meu tipo de mulher". Pronto, está feita a besteira.

O que Jane Fonda disse na entrevista foi, na verdade, "Dilma, you're my kind of woman", que quer dizer "Dilma, você é das minhas!" - expressão usada para indicar aprovação e identificação, sem nenhuma conotação sexual.

Então, calma gente. A Jane Fonda não quer levar a Dilma para a cama. Ela fez um grande elogio à presidente, mas não uma cantada. E O Globo publicou uma grande besteira.

6 comentários:

Diego Rebouças disse...

É por essas e outras que, né?

Paulo Roberto Figueiredo Braccini . Bratz disse...

eu ri aqui!!!

Lucas T. disse...

Concordo: quase todo mundo fala inglês mais ou menos.

Aldo disse...

Nossa, esse povo não sabe que não se pode traduzir o inglês ou qualquer outra língua ao pé da letra?


P. Florindo disse...

Acho que foi mais pra polemizar do que uma tradução mal-feita. O sensacionalismo vende mais.

Margot disse...

Eu não fico nem no mais ou menos...então não me arrisco....
Beijos