sexta-feira, 24 de setembro de 2010

O meu problema com a Dilma é pessoal

Ontem finalmente me dei conta de uma verdade inalienável: o meu problema com a Dilma é pessoal! Para mim não faz nenhuma diferença se ela foi guerrilheira ou não, se ela tem um ótimo projeto para o país ou não, se ela está cheia de boas intenções ou não. Eu não gosto dela. Ponto. Simples assim.

No jargão dos responsáveis pelo marketing de campanha este sentimento é o que chamam de "rejeição". Não gosto da cara dela, não gosto da voz dela, não gosto do jeito dela, e se ela disser que o amarelo é bonito eu vou passar a odiar o amarelo.

Um sentimento de rejeição gratuito e sem qualquer fundamento é uma coisa horrível. É exatamente o que tanto tentamos combater naqueles que não nos aceitam como somos. Por isso eu sinto até um certo alívio ao perceber que a minha rejeição tem uma base muito racional.

O sentimento nasceu e foi se agravando com o tom desafiador, arrogante e antipático que ela não fazia questão de esconder quando ainda não era candidata. Antes daquele episódio da entrevista sobre o apagão em que ela virou para a repórter e disse em tom presunçoso e irritado "você está confundindo uma coisa, minha filha" acho que a minha rejeição ainda estava na casa dos 80%. Foi aí que o ponteiro pulou para o fundo da escala. Eu simplesmente A-BO-MI-NO este jeito cruel de demonstrar soberba e desprezo por quem está em posição inferior.

O fato de Dilma não ter história política só piora as coisas. A falta de preparo intelectual também não ajuda. Mas mesmo que tudo isso pudesse ser sanado, mesmo que tudo isso pudesse ser de alguma forma reparado, ela continua sem 1 única grama do principal antídoto natural contra a rejeição: o carisma.

9 comentários:

Papai Urso Interior disse...

A pior sucessora que o igualmente intragável (grifo meu) Lula cuja burrice e comentários descabidos me levam aos píncaros da ira irracional, podia apresentar a sociedade brasileira, rsrsrs... Já no meu ponteiro rejeicional a coisa degringolou quando a vi, em mais de uma ocasião, com papeizinhos ridículos na mão como se ela fosse uma maldita alcoólatra que nunca sabe onde está, sobre o quê e com quem está falando, ah e tem a 'delicadeza' de uma dona de borracharia de bairro, um contracenso para alguém que está sendo martelada com traços suaves de 'mãe', é um embuste completo! Hoje eu vejo que a democracia está praticamente sepultada, se amanhã o PT cismar com uma porca lá do sítio, são capazes de elege-la a qualquer coisa, atribuindo-lhe características humanas, são capazes (e tem cara de pau para isso) de ir na TV dizer que um suíno é racional e tem noções de cidadania e que fará proezas, tamanha é a forçação marqueteira que fazem, transformam uma mentira em verdade instantânea e como a maioria dos brasil é de desgraçados puxados pelo focinho que nem mulas... Lá se vai um animal no poder!

Paulo Braccini disse...

Ela está bem no nível do Molusco ... Abominável a sua arrogância ... tolerância ZERO com eles ... e não me falem q sou preconceituoso e coisas assim ... não sou ... nem sou reacionário ... militei por 25 anos no PT, votei no Lula no primeiro mandato e acreditei muito ... maior q minha luta por tudo isto só mesmo a minha decepção e frustração com tudo o q aconteceu depois ...
ÓDIO mortal de todos eles ... q se phodam ...

bjux

;-)

SG disse...

Também não vou com a cara da Dilma. Simplesmente não desce pela garganta.

Você tem razão. Carisma é algo que falta nela. Por isso é que ela se aproveita do Lula, esse que tem carisma de sobra.

CriCo disse...

Meu problema com a Dilma também é bastante pessoal. Há 6 anos atrás prestei concurso para Furnas, com 15 vagas para a minha área. Só que simplesmente chamaram apenas 2 pessoas. Na época, enviamos várias cartas à ela, que na época era ministra das Minas e Energia, e ela CAGOU pra gente. Agora sou eu CAGO é pra ela.

Introspective disse...

Diz a lenda que ela destrata geral em Brasília, humilha todos os subalternos, é absolutamente intratável quando o interlocutor não é o Lula. Carisma passou longe também (mas tampouco dá pra dizer que Serra seja super carismático, né?)

cronicas gulosas disse...

O problema dela nao e' falta de carisma, e sim o excesso do antonimo disto - arrogancia, prepotencia, antipatia. Qualquer dia ela vai pirar e dizer " Voces vao ter que me engolir", como ja ouvimos no passado.

Lucas T. disse...

Assino embaixo, Luciano!

Anônimo disse...

Ok, até acho ela um pouco arrogante, mas acho que devemos ser justos. Falta de preparo intelectual? Ela fez mestrado e doutorado (embora não tenha defendido a tese de doutorado). O Serra nem tem diploma em economia reconhecido no Brasil, basta dar um google. E quanto à falta de carisma, se formos comparar acho que fica bem igual também com o Serra. Eu sou igual a você, mas no meu caso o meu problema com o Serra é pessoal. Acho que tudo o que você escreveu sobre a Dilma se aplica ao Serra no meu caso.

ANDREI disse...

Que vergonha! A gravidade dessa notícia não merece repercussão?!?! E agora, Serra?
http://www1.folha.uol.com.br/poder/806923-apos-ligacao-de-serra-gilmar-mendes-para-sessao-sobre-documentos-para-votar.shtml