sexta-feira, 6 de abril de 2012

Espelho, espelho meu


Quando vi o trailer de Espelho, Espelho Meu pela primeira vez imaginei que o filme teria uma pegada diferente para atrair adultos. Mas, não; o filme é voltado para a diversão infantil mesmo. Para ficar um pouquinho mais interessante e palatável para as mentes inquietas da petizada de hoje alguns ingredientes extras foram incluídos, como o visual estonteante dos figurinos e cenários que realmente parecem saídos de um conto de fadas, um príncipe aparvalhado que passa grande parte do tempo sem camisa mostrando o corpinho (em uma cena a rainha má Julia Roberts chega a dizer "alguém arruma uma camisa para o principe porque eu não estou conseguindo me concentrar"), uma Branca de Neve que não passa de uma mosca-morta mas ganha vida no decorrer da história, e sete anões com cara de tarados que roubam as cenas em que aparecem.

Mesmo para a garotada a história chega a ficar meio chatinha em alguns pontos, mas nada que não seja suportável até a próxima piadinha infame. O diretor indiano Tarsem Singh não nega as origens e durante os créditos finais transforma a festa de casamento da princesa em um animado musical de Bollywood. E quem prestar atenção aos créditos finais vai ver que o filme é carinhosamente dedicado à figurinista japonesa Eiko Ishioka, responsável pelos figurinos exuberantes do filme, que faleceu em janeiro último. Resumindo tudo em uma linha, o filme deve fazer sucesso nas sessões da tarde das TVs nos próximos anos.

5 comentários:

Anônimo disse...

Os figurinos lembram o de Pele de Asno de décadas atrás com a Deneuve.

Lucas T. disse...

Vou esperar sair em bluray. Quero mesmo ver o Snow White and the Huntsman. <3 Charlize

[ joe ] disse...

Poxa, tava com a expectativa alta. Adoro o trabalho do Tarsem, ontem assisti ao Immortals, que era o único que ainda nao tinha visto, e adorei. The Cell é preferido de muitos anos, e The Fall ganhou meu coraçao quando vi meses atrás. E juntando o talento da direção com o fator Julia Roberts, eu realmente quero muito ver, pena saber que não é tao bom. De qualquer forma, imagino que valha a pena mesmo que só pelo visual estonteante e pelos figurinos incríveis da Eiko.
Assista The Fall na proxima oportunidade, é lindo demais.
bjo

[j]

Anônimo disse...

Fiquei espantado com a feiura, isto mesmo feiura da Julia Roberts em uma entrevista, uma carona, parecia uma cara de sapa, ela era linda em uma Linda Mulher quando ela se transforma em mulher rica, quanto ao filme não me chamou a atenção não.

P. Florindo disse...

Não achei o máximo, mas não é ruim.