domingo, 3 de abril de 2011

Yesterday all my troubles seemed so far away

Os dois últimos dias tiveram significado especial para os fãs de Marvin Gaye. O cantor nasceu em 2 de abril de 1939 e morreu em 1º de abril de 1984 assassinado pelo próprio pai em um episódio bizarro que até hoje não está bem explicado.

Marvin Gaye tinha um alcance vocal notável, atingindo tons em quatro oitavas que lhe permitiam fazer algumas piruetas com a voz e produzir falsetes incríveis. Uma das gravações de Marvin Gaye que estão na minha lista de 10 melhores versões já produzidas no mundo é esta tocante interpretação de Yesterday, dos Beatles. Quase 30 anos depois de sua morte Marvin Gaye continua mais vivo e mais imortal do que nunca.

Marvin Gaye - Yesterday:

11 comentários:

Dino Costa disse...

tão lindo! obrigado!!!

Anônimo disse...

Qual é o motivo de o pai ter matado o próprio filho??

James Figueiredo disse...

Putz, EXCELENTE cover, hein? Marvi Gaye chutava muitas bundas!

cronicas gulosas disse...

Luciano, o pai do Marvin Gaye era pastor evangélico, creio, mas ele foi morto pelo pai dentro de casa, se não me falha a memória, após uma discussão entre ambos. Agora, eu também adoro Marvin, e creio que foi no ano passado que lançaram uma caixa com 3 cds dele, remasterizados, ótimo e imperdível. Abs!

CIELLO disse...

Maravilha! muito mesmo... servirá de inspiração pras minhas Rosas soltas ao vento...

Luciano disse...

@Cronicas,
Vc tem razão. Eu tinha escrito confiando na memória, pelo que eu lembrava dos fatos da época. Fui pesquisar e não encontrei nenhuma referência ao assassinato dentro da igreja (já corrigi no texto). Não sei porque este detalhe estava registrado na minha mente.
Abraço,

Anônimo disse...

NAO CURTO MUITO NEGROS, MAS EU FAZIA DICUNFORÇA ( MUITO GATO)

Paulo Braccini disse...

Adorável! o q deu nos blogueiros hoje? é o segundo q posta esta múcida hoje ... rs

Lucas T. disse...

Muito bom. Adoro Marvin Gaye.

Diego disse...

Aí, veja você. Vou ali no Tony e tem Britney fazendo ô ô ô. Aí, venho aqui e tem Marvin. Vou postar Fafá no meu. Pra ficar bem pós-Moderno tudo isso.

Daniel disse...

Quando o Michael Jackson morreu eu reescutei algumas coisas antigas dele. A primeira coisa que eu pensei foi "poxa, o Michael tinha tudo pra ter sido um segundo Marvin Gaye". Pois é, Marvin até hoje é insubstituivel.