quarta-feira, 6 de abril de 2011

Reação contrária

Quem não se lembra da famosa lei da Física, da reação igual e contrária? No decorrer da semana houve vários sinais de algo até então inédito por aqui: ataques homofóbicos, que até muito recentemente não recebiam nenhuma reação, foram revidados com reações contrárias que trouxeram, na minha opinião, avanços muito maiores do que os danos causados. Passada a ira inicial e a vontade de tirar a metralhadora giratória do armário, o balanço final acabou positivo.


O ataque do deputado boçal gerou uma reação espetacular. Uma única frase proferida por ele em meio a um discurso todinho errado provocou uma reação em cadeia em toda a imprensa do Oiapoque ao Chuí. Foram raríssimos os apoios que o deputado recebeu. A imprensa literalmente execrou as visões preconceituosas e tortas do boçal. E foi lindo ver o Marcelo Tas expressar orgulho pela filha gay em rede de televisão. Isto vai virar tendência.




E foi muito bom o episódio do jogador Michael acontecer exatamente neste mesmo período. Não é a primeira vez que uma arquibancada inteira grita "bicha!" e "veado!" em coro uníssono. Mas é a primeira vez que o atleta vem a público afirmar "sou gay sim, e isto não vai ficar barato". Atente para as palavras do Michael no final do vídeo dizendo que resolveu abraçar esta causa para que coisas assim não voltem a acontecer futuramente. É isto que chamamos de "orgulho de ser gay", material que tem andado em falta em figuras públicas no Brasil.


 

Outra consequência boa do episódio envolvendo o Michael foi o pronunciamento dos colegas de equipe e da diretoria do time expressando apoio ao amigo. Isto também deve virar tendência.

Em tudo na vida, união e apoio são essenciais. Como no vídeo da campanha irlandesa contra a homofobia, quando os amigos e familiares dão a mão em apoio, os homofóbicos saem de fininho exatamente como o cachorro que late atrás do carro mas não sabe o que fazer se o carro para.

10 comentários:

Paulo Braccini disse...

Os casos vão se somando e as providências? onde estão?

S.A.M disse...

Foi otimo tu postar isso aqui, eu mesmo nao asisto tv nçao veria. Coloquei lá no blog um link com a tua postagem.

Abração!

P. Florindo disse...

Tem que virar tendência mesmo.

É essencial que em uma sociedade preconceituosa como a nossa (embora muitos digam não haja, mas há o preconceito velado) homossexuais saiam do armário para mostrar que eles existem e que merecem respeito como qualquer outra pessoa, e que o fato de ela sentir atração física, afetiva e sexual por uma pessoa do mesmo sexo não a torna nem melhor nem pior que um heterossexual. É apenas uma característica da pessoa, assim como a cor dos olhos, do cabelo, da estatura, essas coisas.

Também é muito importante esse apoio não só aos homossexuais, mas a qualquer minoria que sofra discriminação. Ainda espero um dia poder ver uma punição exemplar para gente assim e que os pais e as escolas incentivem o RESPEITO às diferenças.

Papai Urso do Interior disse...

Realmente essa semana foi amazeful, algo entre amazing e wonderful, só não foi nosso Stonewall definitivo porque (ainda) não partimos pro capítulo 'porrada', até gordinho vítima de bullying revidando agressão já virou sensação no YT, mas gay brasileiro vai comendo o mingau pela borda do prato, apanhando aqui, morrendo ali, outras vezes revidando verbal e timidamente... Sei q é politicamente incorreto, mas torço pelo capítulo 'porrada' q uma hora se tornará inevitável nessa trama macabra, pq esses ataques embora repudiados pelos cidadãos de bem não vão cessar assim do nada, pra terra tremer e gay ser ouvido como homo sapiens e não como alien ou atração de circo de horrores muita coisa TEM QUE MUDAR, prá ontem! Anyway, what a comotion!! That's the real Gay Pride!

tommie disse...

Hebe e Gabi tbm vão fazer a mesma coisa?

wonderfulcauseiam disse...

E é graças à lei da ação e reação que o ser humano consegue andar para a frente.
Ótima metáfora!

CIELLO disse...

adorei a compilação da semana e concordo em tudo... tudo mesmo!

vou reproduzir aqui parte do texto do meu amigo Dino, do blog http://faroldereminescencias.blogspot.com/, que assim como eu, tb te colocou nos favoritos diários! Segue:

"A mudança na atitude dos outros começa também com cada um de nós que não somos famosos. Todo mundo conhece um amigo ou tem alguém na família que é gay, ainda que não saiba. A maioria dos meus amigos não comunicou à família ainda que eles são gays, e não planejam fazê-lo, embora todo mundo saiba que essa tia solteirona passada dos 40 é biba. Só sai com homem e nunca traz namorada em casa. Quando traz, ela é mais homem que ele. Acredite: você não engana ninguém. Se a família soubesse, votaria em candidatos menos antagonistas com relação a gays, lésbicas e afins. Você só começa a cicatrizar depois que entra em paz com essa parte da sua vida."

Trip-On-Me disse...

Não votei em Dilma, mas acho q c/ ela essa porra dessa PLC-122 avança, deslancha ou pelo menos abre um debate sério neste país avacalhado em termos de leis! Semaninha du-caráleo, a coisa teria engrossado + ainda se no meio desse caldeirão todo ainda tivesse ocorrido algum ataque homofóbico do porte da av. paulista, saca?! Aí sim seria a gota d'agua p/ estopim... Entre mortos e feridos, rainbow nation saiu fortalecida e ganhou aliados d peso!!

Bee Shakulta disse...

Um dia quero ser bem-resolvido que nem Michael e mandar o resto do mundo, que é homofóbio, pro quintos dos infernso incluindo familiares que só gostam da gente qd precisam de uns bons trocados emprestado...

Cara Comum disse...

Palmas pro Michael!!! Bravura pouco encontrada hoje em dia...