sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Adeus ano velho


O New York Times faz uma retrospectiva do ano de 2010 por meio de 97 fotografias contundentes que relembram o ano em ordem cronológica. A mostra começa com cenas dramáticas que trazem de volta à mente o desespero durante o terremoto no Haiti em janeiro. E me fazem lembrar das palavras proféticas de um haitiano que agradeceu a ajuda internacional mas disse que menos de um ano depois o mundo já teria se esquecido deles. A exposição pode ser vista aqui.

5 comentários:

FOXX disse...

parabéns pelo blog
gostei de tudo q vi por aqui...

Lobo disse...

E esquecem mesmo. Memória é curta para desgraça, quando elas não acontecem com a gente.

Um beijo Lú! E Feliz Natal!

cronicas gulosas disse...

Lembrei de uma frase do Robert, Cappa, excepcional fotojornalista que vaticinou certa vez (versão livre, ok?)
" se a foto não saiu boa, é porque vc não estava próximo o suficiente". E o próximo queria dizer não a distância física, mas sim a emocional, o envolvimento com o objeto fotografado. É o que esta foto diz, e muitas das outras também.
Forte abraço, tudo de bom para vc, e que 2011 seja, no mínimo, O MÁXIMO! Bjs

Cara Comum disse...

E depois dizem que a memória do brasileiro é curta... Isso é um fenômeno global, o mundo esquece rapidinho daquilo que não lhe sensibiliza... Abração e feliz natal / 2011 !

[ joe ] disse...

adoro retrospectivas, meu momento favorito do ano.
mania boba de ficar olhando pra trás.

[j]