quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Código fonte

A Origem (Inception, 2010) dividiu o público em vários segmentos: os que gostaram e os que odiaram, os que entenderam e os que não entenderam, e os que acharam uma coisa e os que acharam outra coisa. Isto é sinal que todo mundo teve que pensar um pouco - o que é bom. Eu adoro usar o cérebro durante um filme, mas também não tenho nada contra alguns filmes que são pura diversão, daqueles que dá para deixar o cérebro descansando em casa.

Agora vem aí outra grande produção de ficção científica: Source Code. Ainda não tem título em português, mas não vejo motivo para não virar Código Fonte mesmo - que é o que a gente usa em programação de computador. Gostei muito do trailer. Matrix continua fazendo escola. E se o filme for um fracasso total, pelo menos a gente tem a companhia do Jake Gyllenhaal para ajudar a passar o tempo.

4 comentários:

David ®... disse...

uma ÓTIMA companhia!

Paulo Braccini disse...

Jake Gyllenhaal sempre me ajuda a passar o tempo ... e como ajuda!!

;-)

Daniel disse...

Jake Gyllenhall = meu clone (segundo algumas pessoas)

Luiz disse...

Recomende óculos para essas pessoas, Daniel.