sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Numa estrada dessa vida, eu te conheci, oh, Flor...

Faltam duas semanas para o final de Insensato Coração, uma das novelas mais coerentes que já vi na televisão brasileira. Dá para perceber que todas as principais tramas e seus desfechos estavam traçadas em detalhes desde o início para se encaixar no final. O contrário da atual novela das 7 que para recuperar a audiência praticamente matou um terço dos personagens, sumiu sem explicações com o outro terço, e mudou a personalidade dos que sobraram.

Insensato Coração mostrou ontem o desfecho trágico de um garoto gay assassinado em um ataque homofóbico num momento em que na vida real os ataques continuam a ganhar manchetes. O garoto da novela tinha uma história comum a muitos adolescentes expulsos de casa pela incompreensão e machismo do pai. Esta cena curta e cheia de sensibilidade em que ele contou sua história na semana passada precisou de poucas palavras para que todos entendessem o enredo tão comum.

Começam agora as apostas sobre as surpresas reservadas para o final. E ninguém me tira da cabeça que o Nando (Pedro Garcia Netto), o primo gaúcho com cara de aí-tem-Vanda, ainda vai fazer a felicidade do Roni ou do advogado Nelson.

10 comentários:

o Humberto disse...

Até suas análises de novelas são boas, Luciano.
:)

Jack disse...

Gilberto Braga e Ricardo Linhares são excelentes escritores. Além disso, respeitam os homossexuais. Essa novela ajudou muito a causa LGBT, mesmo sem o beijo. Gostei bastante de acompanhar.

CriCo disse...

Com certeza, AÍ TEM VANDA! KKKKK :D

Anônimo disse...

Eu sempre achei o Nando meio colorido em relação ao Pedro.

FOXX disse...

a cena foi forte!

clodoaldo disse...

Luciano, você ficou sabendo que a novela teve que ''esfriar'' o casal gay, por causa de algumas críticas que estavam ocorrendo, por parte da chefia da emissora?

Eu fiquei um pouco decepcionado!

Lobo disse...

Ah, confesso que parei um pouco de acompanhar quando comecei a perceber cortes descarados e algumas cenas que não se conectavam...

Pedro Bitencourt disse...

Tenho que discordar... não gosto da novela! Não conseguiu me prender... o casal principal é fraquíssimo!

Assisto muito, muito, muito esporadicamente!

Mas muito válido o núcleo gay da novela!

:D

Wesley Procópio Pinheiro disse...

Infelizmente Luciano, tenho que discordar... Insensato Coração passa bem longe de outras grandes novelas que o Gilberto Braga fez... O Politicamente Correto núcleo gay é legal na coisa da "conscientização", mas passa bem longe da realidade... É só assistir um capítulo de Queer as Folk, por exemplo. Mas numa TV que tem censura e em que autores gays como Aguinaldo Silva estão contra os próprios gays, o Gilberto merece uma salva pela tentativa. Quanto à cena do espancamento: ridícula, fria, canastrona. Dizem que a TV está cheia de violência e pornografia. Eu acho o contrário. Acho que é justamente isso que a TV não tem. Onde já se viu passar Culto de Igreja na madrugada?
Violência e Erotismo não são coisas ruins. O ruim é passá-los sem justificativa. O difícil é acertar a dose.

Marco disse...

Sim, o primo gaúcho disse em determinada cena que tinha uma PESSOUA no Sul. Significa?!?!?!