sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Onde está a felicidade?

Sob a direção do marido Carlos Alberto RiccelliBruna Lombardi é Teodora, apresentadora de um programa de culinária na televisão que sofre uma desilusão amorosa no casamento de 11 anos e parte para a Espanha para percorrer o Caminho de Santiago de Compostela e tentar encontrar um novo rumo na vida, levando à tiracolo um amigo (Marcello Airoldi). Na Espanha se juntam a uma espanhola aloprada (Marta Larralde), formando o trio que vai junto percorrer os quase 800 km da peregrinação. No Brasil fica o marido (Bruno Garcia), um comentador de programa de futebol, que vai ouvir dos amigos futeboleiros e cervejeiros todas as piadas machistas e sexistas que conseguiram enfiar no filme.

Durante toda a exibição do filme eu fiquei lembrando que Bruna Lombardi fez 59 anos há três semanas e minha cabeça ficava repetindo "isto não é possível!". Bruna tem uma beleza madura sem esconder os sinais naturais da idade, e continua estonteantemente linda.

Mas infelizmente o filme não é tão engraçado quanto o trailer faz supor. Os espectadores são submetidos à eterna discussão da relação e à interminável dissertação das diferenças entre os homens e as mulheres, acontecendo simultaneamente nos dois lados do Atlântico. Há algumas piadas engraçadas, há paisagens bonitas, Marcello Airoldi é ótimo e rouba todas as cenas em que aparece, mas o resultado final é fraco. Além disso, o trio na Espanha é o tempo todo histérico, o que começa a cansar depois dos primeiros "ataques".

Ao final o filme dá uma guinada de 180º que quase dá uma vertigem no espectador, e desemboca no Piauí. Com todo mundo cantando uma música cuja letra aparece na tela com aquela bolinha seguindo as sílabas e convidando o espectador a cantar. Exatamente como no final rasteiro de Não Se Preocupe, Nada Vai Dar Certo! - um péssimo exemplo para ser seguido.

4 comentários:

Lucas T. disse...

Ela é casada com o cara que dirigiu, né? Enfim, gosto dela, pena que o filme é fraco. O cinema brasileiro tem muito a evoluir ainda.

AliKerouak disse...

Gente, que isso! Um filme com a Bruna Lombardi e a Maria Pujalde juntas, que coisa surreal, nunca poderia imaginar, tenho que ver nem que seja para rir muito!

Cara Comum disse...

Mais um que provavelmente não vou ver... hehehe...

Valeu por poupar decepções!! ^^

Daniel disse...

Sério que o trailer engana? Eu achei que o filme fosse divertidíssimo. Bom saber...