domingo, 14 de agosto de 2011

Super 8


É fácil perceber como Steven Spielberg foi atraído para este projeto. Este seria, talvez, o filme que ele teria feito nos tempos atuais se tivesse começando agora e se não tivesse feito E.T. - O Extraterrestre e Contatos Imediatos do Terceiro Grau antes. Os elementos spielbergianos ficam claros desde o início: as famílias partidas, o grupo de garotos amigos inseparáveis que faz o contrário do que ordenam os pais, as conspirações do governo para manter um grande segredo, o poder das crianças de compreender mais rapidamente algo tão grande que escapa à compreensão humana adulta normal. De diferente, talvez apenas alguns elementos que denotam a perda da inocência nestes 30 anos: em Super 8 as pessoas morrem de verdade, há sangue, há violência, há a maconha - itens impensados em um filme como E.T. em que até as armas dos soldados foram posteriormente eliminadas digitalmente das imagens.

A história de se passa nos anos 70 com um grupo de garotos que está realizando um filminho em super 8 para uma tarefa de escola. Em uma filmagem noturna próxima a uma estação de trem, enquanto a cidade toda dorme, os garotos testemunham um grande acidente que vai se revelar muito mais do que parece à primeira vista. Os detalhes surgem aos poucos conforme os garotos vão juntando os pontos da história - que desde o início prova ser algo sobrenatural que desafia qualquer conhecimento humano. Também fica claro que a visão romanceada que os garotos têm do mundo será muito mais importante na solução do mistério do que a força bruta e o poder do exército americano.

Muito se tem falado sobre o diretor J. J. Abrams estar, de fato, homenageando Steven Spielberg.  A verdade é que o filme homenageia o espírito do menino que todos fomos um dia quando achávamos que poderíamos salvar o mundo. Super 8 é uma história deliciosa de mistério, aventura e ação conduzida por adolescentes dos anos 70 que hoje em dia muito provavelmente estão em Hollywood fazendo filmes como este.




4 comentários:

Lucas T. disse...

Não cheguei a desgostar 100%, mas não achei um bom filme, faltou um roteiro melhor e uma criatura idem.

Kleber Lourenco disse...

Luciano...detestei esse filme.
Datado demais. Uma homenagem com cara de cópia mal feita.
Mistura tudo de Spielberg e não se encaixa em qualificação nenhuma.
Deletei do HD.
abs
Kleber

Dan disse...

não assisti.

Cara Comum disse...

Vou ver e depois te falo...

Abraços!!