quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Oximoros

Vereador evangélico Carlos Apolinário
que quer instituir o dia do orgulho hétero
em São Paulo
Hoje é um daqueles dias em que eu me segurei várias vezes para não tirar a metralhadora giratória do armário. Já está me dando uma pilôra de ler sobre este bando de religiosos ignorantes e mal-informados. Eu tenho uma preguiça mental enorme desta gentinha. Burrice, ignorância e atraso são coisas que eu não processo muito bem. Quando tudo isto ainda vem acompanhado de mal-gosto, ternos antigos de ombreiras quadradas, e muito Koleston no cabelo, aí a coisa fica ainda mais difícil de digerir.

"Temos que defender nossos filhos dos gays, mas não sou homofóbico". "Até meu cabeleireiro é gay e eu respeito, mas precisamos defender os costumes da tradicional família brasileira". "Não tenho nada contra os gays, mas casamento é um absurdo". "Respeito a opção de cada um, mas não admito um gay na minha família". Estes discursos dos políticos evangélicos cheios de expressões para disfarçar o preconceito se converteram em oximoros sem a menor graça.

18 comentários:

Davisson Salles disse...

Se isso não é homofobia, é o quê então?

o Humberto disse...

Eu compartilho seu sentimento em relação a esse tipo de gente infeliz. Fora o pânico de imaginar que esse tipo de gente é que governa o país e que tem quem elege essas pessoas.

Isso tudo é muito sério, esse tipo de discurso é de um atraso muito perigoso.

Autor disse...

Que preguiça me dá dos seres humanos, às vezes-quase sempre.

Lucas T. disse...

Compartilho do mesmo sentimento.

FOXX disse...

"Temos que defender nossos filhos dos gays, mas não sou homofóbico". FDP!!!

marta matui disse...

Sim, o pior de tudo é o mal-gosto! Não aguento o guarda roupa deles. Imagina a parada hétero, todo mundo de terno, as mulheres de saia no joelho e cabelos compridos em coque alla Marina Silva. Jesus... vou fazer esse post, hahahahahaha!

Luciano disse...

@Marta:
Vc acabou de descrever a Marcha para Jesus!! (rs)
**

Dimas disse...

Basta ver a cara do sujeito - de quem é mal amado, que tem ejaculação precoce e acima de tudo ignorância crônica...

Anônimo disse...

O Brasil está precisando virar uma Irlanda com muitos atendados e bombas na cara deste povinho mediocre!!!!! Evangélico o povinho mediocre credo, não é atoa que não simpatizo com nenhum!
São os piores!!!!

Cara Comum disse...

Ai, ai... Falo nada pq deu preguiça...

Rodrigo disse...

E quem vota nesse tipo de gente?

Anônimo disse...

Deveria se chamar "Dia do Orgulho Reacionário".

Marcus disse...

Hola Luciano,

Fico cada vez mais preocupado com o fundamentalismo religioso que está tomando conta do Legislativo brasileiro, em todos os níveis. Se a turma nao despertar enquanto é hora, vamos dormir e acordar em um estado religioso fundamentalista. Neese momento só parecem idéais estapafúrdias e puro non sense...até o dia que vai ser pra valer ! Essa corja evangélica deveria ser banida das instituiçoes laicas. Mas se a classe médica pensante do Brasil ficar só pensando e nao agir...bye bye Brasil.

Saludos

Anônimo disse...

Luciano, dá uma olhada neste vídeo por favor. Não sei se você vai gostar, mas eu acho que este cara vai direto ao ponto de forma irreverente. De forma crítica e bem humorada ele faz uma crítica adequada sobre o tal dia do orgulho hétero. Se gostar/concordar, divulga para a galera?
http://www.youtube.com/watch?v=xtNncgvaFac
Obrigado!

Luciano disse...

@Anônimo:
O vídeo é ótimo mesmo. O Tony fez uma excelente análise da situação ontem, começando por este vídeo. Dê só uma olhada: aqui.
**

Amauri disse...

Acho engraçado que nossos nobres representantes votem tão rapidamente leis e decretos inúteis enquanto decisões importantíssimas, como a lei que proíbe o uso de celulares dentro dos bancos para dificultar a famosa "saidinha", ficam embolorando anos na prateleira. BICHO, O QUE A GENTE FEZ? QUEM CHAMOU ESSES CARAS LÁ? QUEM COLOCOU ESSES CARAS LÁ? Tá bom, fomos nós mesmos, mas... será que tinha coisa melhor na hora? Acho que a gente merece essa tiriricada...

Jack disse...

Por incrível que pareça, isso é sinal de que as coisas estão mudando. É uma pena que a história ande tão devagar no Brasil. Mas ela está andando! E em direção de um futuro melhor.

strohdiek disse...

Sim eu também não tenho mais paciência, nem estômago. Quase nem acreditei da parada em dezembro. Uma vergonha.