quarta-feira, 18 de maio de 2011

Dias melhores virão

Quem passou por aqui ontem viu o Muque de Peão vestido de rosa para comemorar o Dia Internacional de Combate à Homofobia. Embora algumas notícias contrárias tenham ganhado destaque nos últimos meses, há motivos de sobra para comemorar. A conscientização que a homofobia deve ser combatida, o voto histórico do Supremo Tribunal Federal, a maior visibilidade conseguida pelos gays, o engajamento de deputados e até governadores - são o resultado de muitos anos de uma luta por igualdade que já custou até vidas.

Os que estão na corrente contrária começam a se sufocar. Alguém ainda se lembra daquela horrorosa que se dizia psicóloga que curava gays? Aquele deputado cujo nome começa com B de "bosta" e rima com "tupamaro" está começando a ficar com cara de broa. Sinal que o discurso dele está passando do prazo de validade. E aquele pastor evangélico radical ortodoxo cujo nome começa com M de "merda" e rima com "alfaia", que já tinha cara de broa, agora está ficando com cara de cascão varizento.

Não tem choro nem vela, quem decide sobre as escolas é o Ministério da Educação e não estes deputados ridículos. Portanto, o material contra a homofobia vai ser exibido nas escolas públicas no segundo semestre. Até no jornal aqui do Vale do Paraíba já noticiaram, sob a manchete Vale entra na guerra à homofobia, que o material foi aprovado pelos educadores. Ah, e a notícia trouxe uma foto enorme de um beijão do Toni Reis e do David Harrad. Na boca. Beijo gay. Em jornal do interior. Acho que vou mudar o título desta postagem para Dias melhores já chegaram.

8 comentários:

TONY GOES disse...

Que legal! Adoro quando um meio de comunicação adere à nossa causa, sem ressalvas.

Aqui na capital a "Folha" até nos apóia bastante, mas tem sempre um senão - como no editorial de ontem, que "alertava" sobre o risco de cerceio à liberdade de expressão que a Lei Anti-Homofobia pode trazer (você deve ter lido - afinal, é assinante do jornal, asism como eu). Dizia algo como "Ninguém vai poder se manifestar contra a homossexualidade..."

Olha o ridículo da frase. Alguém "pode se manifestar contra a heterossexualidade"? Contra os negros? Contra os louros de cabelo cacheado? Mesmo nos círculos supostamente mais esclarecidos, ainda não caiu totalmente a ficha de que a homossexualidade é umtraço natural, biológico, mais ou menos como a pessoa ser baixa, oriental ou de cabelos lisos.

A luta continua.

Don Diego disse...

Acho q os dias melhores ainda não chegaram...falta muito ainda. Mas com certeza estamos melhores q ontem, ano passado, dez anos atrás.

Quando uma novela como a Ti-Ti-Ti mostraria um casal gay macho se relacionando?

Em qto tempo vc acha que poderemos comemorar mais conquistas? Um ano?

Luciano disse...

@TONY,
Eu li o editorial da Folha e achei uó - me deu muita raiva. Parece que eles estão tentando ajudar mas não sabem como - ajudam um pouco mas sempre acabam pisando na bola de alguma forma. O editorial tenta ser simpatizante mas escorrega feio. Estão precisando de uma assessoria no assunto.
Também acho que não se deveria abrir nenhuma concessão na lei da homofobia - nem para a profissão de fé religiosa. Ou será que seriam permitidas igrejas que pregassem a escravidão de negros?

Luciano disse...

@Diego,
Não dá para se falar em um ano ou um mês. Acho que as batalhas vão ser ganhas no dia a dia. O movimento está com um momentum, uma energia, uma vibração como nunca teve.
**

Lucas T. disse...

Luciano, você tocou num ponto importantíssimo "Ou será que seriam permitidas igrejas que pregassem a escravidão de negros?". É por aí o raciocínio. O problema é que o Congresso é formado em sua maioria por uma cambada de ignorantes, incluindo os evangelicos, e é provável que a única maneira da PL passar é alterando essa parte. O que é lamentável.

Papai Urso do Interior disse...

Tô feliz c/ rumo (certo) q as coisas tão tomando, desde hétero se posicionando contra perseguição homofóbica das seitas evangélicas - q não podem nem devem tomar papel legislativo ou proibir o q quer q seja por ranço fundamentalista cristão - passando tb pelo envolvimento crescente d artistas pró-direitos lgbt (Preta Gil e Wanessa Camargo estiveram ontem ao lado d Jean Wyllis na comissão d direitos homoafetivos em Brasília p/ dizer 'sim, estamos c/ nação lgbt'), sem falar nos exemplos tocantes do Volei Futuro e do Tas no CQC... Aproxima-se o dia, q venha PL-122!

CriCo disse...

Dias melhores pra sempre! ;)

Wallace R. disse...

Me sinto como no final do Senhor dos Anéis, em que Mordor é destruída, porém quando os hobbits voltam para o Condado, encontram mais alguns problema por conta do Saruman(acho que não consigo explicar muito bem meus sentimentos).