sábado, 14 de maio de 2011

Hudson Taylor e Ben Cohen são gente que faz


Se você nunca ouviu falar de Ben Cohen então você deve estar chegando à Terra hoje. Sinta-se bem-vindo, fique à vontade, o planeta é assim meio estranho mesmo mas depois você acaba se acostumando.

Cansados de conviver com o preconceito nos esportes, Ben Cohen, jogador de rúgbi da Inglaterra, e Hudson Taylor, lutador americano, começaram há algum tempo campanhas contra o bullying nos campos esportivos e a homofobia nos esportes. Apesar de parecerem um casal mais que perfeito, Ben e Hudson são héteros e nunca haviam se encontrado até a semana passada.

O New York Times destaca esta semana a atuação dos dois atletas no combate ao preconceito e como suas mensagens têm obtido excelente resultado, principalmente por meio de palestras em escolas e universidades. No início do ano Hudson Taylor lançou a Athlete Ally, um manifesto pelo fim da homofobia nos esportes que já foi assinado por milhares de atletas. E Ben Cohen é o fundador da Ben Cohen Stand Up Foundation que apoia as organizações esportivas que lutam pela igualdade e contra o bullying homofóbico.

As campanhas pelos direitos dos homossexuais atingem um novo grau de maturidade quando deixam de ser uma causa pessoal e ganham a adesão de cidadãos esclarecidos, independente de orientação sexual, em busca de um mundo melhor. Parece que a sociedade está começando a entender que não é preciso ser negro para ser contra a escravidão.

10 comentários:

Rodrigo disse...

Brigadeiro faria Linda, os dois... não importa a ordem.

Lucas T. disse...

Me abana.

CIELLO disse...

eh... já conhecia o Beh Cohen... Gente que vai além e luta pela causa dos outros é de um altruísmo fantástico e merecem minha admiração, respeito e eterno obrigado!

Luis Felipe disse...

"They probably see me as a sex object, I suppose" - Ben Cohen

hmm mas será msm.

Papai Urso do Interior disse...

Que pena! Há tanto tempo sem seção Gente que Faz... e os dois são ht friendly, nada mais ht friendly, nothing's perfect :(

Binho disse...

Gostei. A gente tá precisando disso por aqui. Aproveitando esse espaço, gostaria de compartilhar um artigo que li hoje, escrito pelo professor José Ribamar Bessa Freire, da UERJ, a respeito do Bolsonaro. Vale a pena dar uma olhada. O título é "Vai tomar tacacá, Bolsonaro". Aqui está o link do site: http://www.taquiprati.com.br/

Televina News disse...

Terça, 17 de Maio, é o Dia Internacional de Combate a Homofobia, vale a pena fazer reflexão sobre posição do Brasil no ranking e em que pé está a criminalização desse tipo de crime em bases reais.

Anônimo disse...

Já tinha ouvido falar no Ben(íntimo).
"Parece que a sociedade está começando a entender que não é preciso ser negro para ser contra a escravidão." PERFEITO!

Luciano disse...

@Binho:
Obrigado pelo link da crônica do professor José Ribamar. Adorei! Tem uma ironia fina e uma brasilidade deliciosas...
**

Marcus disse...

Hola...

O Ben Cohen é um fofo !!! e esse ano inclusive lançou um calendário com fotos sem camisa, em sua fazenda. Sim, ele faz o tipo, Farm's Boy ! e tudo claro apoiadíssimo pela mulher Jill. Tem comunidade no Facebook e está sempre enviando mensagens positivas para quem é vítima de bullying.

Saludos desde Tenerife.