segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Argentina, Chile, Brasil?

Senador chileno Fulvio Rossi
O senador Fulvio Rossi, chefe do Partido Socialista no Chile, quer aproveitar o momento da aprovação da lei da igualdade dos casamentos homossexuais na Argentina para apresentar uma lei semelhante no Chile.

O cardeal chileno Francisco Javier Errazuriz, que havia se referido à aprovação da lei argentina como "uma aberração", já recebeu um recado do deputado pedindo que a igreja seja mais tolerante.

Os ventos parecem que estão soprando a favor, e este seria realmente um bom momento para aproveitar a onda e ampliar o debate também no Brasil. Os chilenos ainda contam com a vantagem de estarem representados por um senador muuuuuuito simpático (ou será que só eu achei?)

3 comentários:

[ joe ] disse...

BEM simpático. ainda bem que você não terminou o post sem apontar este detalhe tão notável.
Será que a coisa vai andar por aqui?

[j]

Daniel disse...

Olá, senador!

beto disse...

acho ótimo essas iniciativas dos vizinhos.

mas tem uma coisa que achei bem estranha. se o cara é chefe do PS, porque ele não apresentou essa lei até março de 2010, quando o partido dele ainda estava no poder no chile? para não prejudicar a campanha presidencial do partido dele (que acabou perdendo)?

pelo jeito tem posições que são bem mais fáceis de se assumir na oposição depois de perder uma eleição.