quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Sunil Pant é gente que faz

Até o Nepal, incrustado entre a China e a India aos pés do Himalaia, já passou o Brasil na corrida pela igualdade de direitos dos homossexuais. Em 2008 o país elegeu Sunil Pant para ocupar um assento no parlamento. Tudo bem, o Brasil também já tem e teve deputados gays. Mas algum deles vestiu a camisa da luta pela igualdade de direitos?

Até para os padrões americanos Sunil Pant é considerado inovador e ousado. Ele batalha incansavelmente pela causa, sabe fazer o que precisa ser feito sem perder tempo, e não tem a menor preocupação em agradar conservadores. O trabalho de Sunil Pant já repercute em toda a Ásia.

Ele acaba de lançar um programa de TV semanal direcionado à comunidade LGBT, primeira iniciativa deste tipo em todo o continente. E esta semana promoveu o primeiro casamento gay no país como forma de pressionar a aprovação, embora a situação jurídica do enlace ainda não esteja definida. No Nepal, os casamentos realizados por sacerdotes são mais respeitados que os casamentos legais.

Há exatamente um ano atrás Sunil Pant havia sido matéria de uma reportagem da TIME que credita a ele o rápido aumento da aceitação dos gays na Ásia.

Sunil Babu Pant, do Nepal, é gente que faz.

* Obrigado ao amigo Oscar Fergutz pela dica. 

Um comentário:

Paulo Braccini disse...

pois então! dias virão q as coisas no mundo serão diferentes ...

bjux

;-)