quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Mais um importante passo

Em 1996 David Harrad, que é inglês, já vivia em Curitiba com o namorado brasileiro Toni Reis havia cinco anos quando teve a renovação do visto negada. O casal botou a boca no trombone e começou uma grande campanha pela permanência de David, com repercussão muito positiva na mídia. Como resultado, 42 mulheres se apresentaram dispostas a casar com David para que ele pudesse ficar no Brasil. Entre estas mulheres estava a própria mãe de Toni - a sogra de David. A campanha surtiu efeito e David ganhou um visto temporário para permanecer no país.

As pessoas e organizações que tanto defendem a santidade do casamento jamais vão conseguir me explicar porque não é permitido que duas pessoas que se amam e convivem há tanto tempo se casem, enquanto é perfeitamente possível casar com alguém completamente desconhecido e estranho desde que seja do sexo oposto.

Hoje, quase 15 anos depois, enquanto celebra 20 anos de união o casal comemora também outra vitória. Há 5 anos que eles tentam adotar uma criança. O pedido já havia sido aprovado pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça) em março do ano passado. O Ministério Público recorreu da decisão e o caso subiu para o STF (Supremo Tribunal Federal). Ontem, dia 24 de agosto, foi publicada a decisão do Supremo Tribunal Federal negando o recurso do Ministério Público e favorecendo a adoção pelo casal. Um grande passo para ser bem comemorado.

Eu já disse aqui antes. Nossas esperanças de igualdade estão melhor depositadas nos juízes da nossa suprema corte do que neste congresso de tiriricas e titicas que mais parece um circo de horrores.

2 comentários:

Rodrigo Teixeira disse...

clap clap clap

e ai se vai mais um degrauzinho!

cronicas gulosas disse...

Infelizmente o poder publico esta acompanhado do setor privado. Recebi uma proposta de um banco para um financiamento de imovel, e quando tentei somar meus rendimentos ao do meu companheiro de mais de 20 anos, recebi um discreto " vamos estar analisando sua proposta ..." - E foram eles que ligaram para oferecer. Ainda temos que depositar nossas esperancas em nossos atos mesmo.