domingo, 8 de agosto de 2010

Da terra do gelo

Pouco se fala sobre a Islândia. Sabemos que a pequena ilha tem vulcões de nomes impronunciáveis que soltam fumaça que consegue parar os vôos em toda a Europa e que é muito fria no inverno. Mais recentemente ficamos sabendo que o país aprovou a igualdade do casamento e que a primeira-ministra foi justamente a primeira cidadã a aproveitar a lei casando-se com sua companheira de vários anos logo após a aprovação.

Jón Gnarr, prefeito de Reiquijavique
Agora conhecemos também Jón Gnarr, prefeito de Reiquijavique, a capital do país. Foi como está na foto aí em cima, vestido de drag queen, que ele apareceu para a abertura do Festival do Orgulho Gay na cidade.

E ficamos imaginando quanto tempo será que vai demorar para chegarmos ao mesmo nível de civilização e civilidade de um país assim. Será que Gilberto Kassab ou Eduardo Paes topariam?

A Islândia pode ser boa pedida para as próximas férias. No verão, é claro.




3 comentários:

Anônimo disse...

Ele de homenzinho já não é lá essas coisas, mas de mulher... piora muuuuito!

As vezes fico me perguntando porque alguns gays não se travestem de homens...

Abraço!


Guilherme

Daniel disse...

Concordo com o Guilherme! Ele de mulher é mais pegável!!!

Isso só mostra o quão desencanada é a sociedade de lá. Enquanto no resto do mundo gays ainda têm que fingir que são héteros, lá os héteros não têm problema em se fingir de gays.

[ joe ] disse...

Adorei a notícia. Que avançado da parte deles. Que atrasado da nossa.

Também tenho que comentar que, da Islândia, sei que é a terra da Björk. Pra mim, é detalhe importante, mas sei que importa pra poucos.

[j]