sábado, 30 de outubro de 2010

Cheiro de gente

Cheiro de gente é ruim? Por que as pessoas usam tantos produtos para disfarçar ou esconder o próprio cheiro?

Uma reportagem de hoje no New York Times informa que, apesar de ser mais fácil para uma pessoa admitir uma traição conjugal do que confessar que não toma banho com frequência, começa a crescer entre os americanos a ideia de que talvez o banho diário não seja uma necessidade assim tão grande. São pessoas que abandonaram desodorantes e xampus por uma vida mais natural, e que começam a assumir o próprio cheiro. O argumento utilizado é que não somos mais caçadores e fazendeiros como no passado, e que o banho diário deixou de ser uma necessidade.

Em favor dos "sujinhos" está a comprovação que o banho frequente acaba por remover óleos naturais que protegem a pele - e a descoberta mais recente que bactérias úteis vivem na superfície cutânea e ajudam na produção de antibióticos que protegem o corpo de doenças. A remoção destas bactérias  diminui a imunidade e propicia o aparecimento de doenças.

Hum.... sei não se esta moda pega por aqui. Todo mundo sabe que o homem transpira o que come. E numa cultura de comida bastante condimentada como a nossa, os alimentos preparados à base de muita cebola e alho não produzem suores de aroma muito agradável. Soma-se a isto o fato de morarmos em um país tropical com alguns dias de sol senegalês, e a falta de banho pode produzir resultados desastrosos. Embora no reino animal existam espécies que usam o cheiro como atrativo sexual, eu continuo achando que para os humanos o cheiro do corpo na hora do sexo pode funcionar muito mais como fator de repulsa do que de atração.

9 comentários:

Lobo disse...

Olha, tá certo que não sou muito fã de perfumes e desodorantes perfumados (Os antitranspirantes neutros pra mim estão de bom tamanho, embora façam um mal desgraçado), mas ficar sem banho eu acho um cadinho demais hahaha.

E a higiene vai pra onde? XD

E se a pessoa tem cheiro forte?

Quero nem imaginar ahauahauahau

Beijos!

Luciano disse...

@Lobo:
Eu sei que cheiro de gente pode ser meio repugnante, mas agora fiquei imaginando... e cheiro de lobo?? Não seria um poderoso afrodisíaco? Conta o segredo...
**

Daniel disse...

Bom, isso até começar a moda de todo mundo (re)perceber que se você se machucar e estiver com a pele toda encardida, provavelmente vai pegar uma infecção...

Le1dro disse...

Essa questão do cheiro é bem legal. Eu mesmo consigo reconhecer todos os meus amigos e familiares pelo cheiro,eu reparo bem nesse lado.

Agora ficar sem tomar banho?Não sei como deve ser.

Mas eu gosto tanto do meu cheiro, que se eu arrumasse algum com um cheiro identico/parecido já ganharia um par de pontos.

E o horario que mais percebo isso é quando acordo.

Abraçao :D

Eu: Alemberg Santana disse...

O ser Humano é por excelência o único animal artificial na natureza. A natureza o criou e logo que passou a produzir cultura procurou afastar-se dos demais animais e de si mesmo. O bonito é cabelo liso, mulher magra e homem sarado, pele bronzeada, cheio de planta, frutas e até de outros animais, tudo, tudo que não seja encontrado "in natura". O bonito, o belo e o desejável é o que o homem produz e faz a partir de si mesmo, não o que vem de fabrica.

PS: às vezes me permito ser animal e durmo sem tomar banho ou escovar os dentes, mas só as vezes,viu! kkk, mas logo logo me lembro que sou um animal gregário e preciso da aceitação do outro e volto a ser artificial.

Fernando disse...

1) Existe uma crença na Europa, fortíssima (principalmente entre os franceses - os alemães são um pouco desinfetante freaks), de que desodorante nem é tão necessário assim. E faz calor no verão europeu, ô se faz, hein...

2) Eu uso desodorante roll-on poderosíssimo (Moderato: ALWAYS works) até para dormir. Vai que o prédio pega fogo, estou eu lá, lânguido, de cuequinha e vem um bombeirão gostosão me salvar... e eu estou com cheiro de cecê? Não!

3) Meu dermatologista uma vez recomendou e eu sempre segui: sabonete somente para partes íntimas e axilas. O resto do corpo, somente com água corrente.

4) Aquele cara, saindo do banho com a toalha amarrada na cintura, peito meio cabeludo (porque homem TEM que ter pelo), chega em você pra te dar um beijo e vem aquele cheiro de perfume masculino... Ui: viagra pra quê?!

cronicas gulosas disse...

Vi meses atrás um documentário a respeito, e inclusive citaram o autor do livro Anti Câncer - Prevenir usando nossas defesas humanas, de David Servan. Como já tinha lido este livro, ele explica que estamos sujeito a uma série de fatores que propiciam esta doença, pelo uso desenfreado de artigos tais como shampoos, desodorantes, perfumes, maquiagem - fora a comida industrializada, cigarro, stress, poluição, etc. Não vou abrir mão dos meus hábitos de higiene, mas algumas teorias tem certo fundamento.

Gui disse...

Faço o mesmo que Fernando, sabonete só onde, de fato, há acúmulo de excreção (sim, suor é excreção, já óleo/sebo é secreção, é importante ficar lá, mas é nojento, então eu limpo). Existem substâncias importantes que funcionam não só como antibióticos, mas também como moduladores de função do tecido.

E isso pode até pegar lá, que eles não devem suar muito, mas aqui...acho difícil.

David ®... disse...

eu prefiro aquele cheirinho q o sabonete deixa após o banho do q perfume frances.

já dispensei caras mto gostosos por estarem com um cheiro desagrádavel...isso é imperdoável e altmente broxante