segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Fim de festa

OK, não é exatamente um fim de festa - a grande festa vai acontecer mesmo daqui um mês. Mas é o que parecia ontem quando quase todas as campanhas chegaram ao fim. Ao final do dia os vários lados pareciam estar contando mortos, feridos e sobreviventes. Da urna saíram alguns recados interessantes:

Democracia nem sempre é uma coisa assim tão boa. E o brasileiro, decididamente, muitas vezes demonstra não saber votar - como já dizia o Pelé. Tiririca e Garotinho foram os deputados mais votados em todo o Brasil.

Pesquisa não ganha eleição. O resultado final confirmado nas urnas mostrou Dilma muito longe de levar no primeiro turno como todas as pesquisas indicavam até a véspera da eleição.

A "onda verde" da Marina mostrou ser um tsunami capaz de alterar significativamente os pesos dos votos. O presidente Lula, que tem dificuldade em reconhecer as próprias fraquezas certamente subestimou o que ele pensava ser só uma "marolinha verde".

Viradas acontecem. Haja vista Aloysio Nunes, senador em SP, e Anastasia, governador de MG. Começaram lá em baixo sem qualquer chance concreta e terminaram lá em cima vitoriosos por larga sobra.

O discurso da Marina é bonitinho, mas tem uma tecla só e cansa rapidinho. O pessoal do Acre, que já ouve a mesma ladainha há mais tempo, parece que já cansou. No Acre o Serra teve 52,17%, a Dilma 23,82% e a Marina terminou em terceiro com 23,51%. Eles parecem estar querendo contar algo que o resto do país ainda não descobriu.

Os eleitores vão ter mais um mês para pensar bem em quem depositar seu voto. Isso é bom, independente do que vai acontecer neste mês. Na disputa para presidente até agora só perderam os candidatos nanicos que serviam para desviar a atenção do foco principal com discursos folclóricos sobre projetos estapafúrdios e promessas inexequíveis.

E eu continuo achando que a Dilma pode mesmo até ser uma excelente administradora, mas não vale o risco de deixar ela tentar provar isso indo de cara para o cargo mais importante da nação. Ela até hoje nunca foi eleita pelo povo para nada, e deixar ela começar do alto é um risco que o país não pode se dar ao luxo. Ninguém pilota um Boeing sem antes ter dirigido um carro. Principalmente quando os passageiros do Boeing somos nós.

8 comentários:

Cássio disse...

Só pra lembrar: o Serra nunca aterrisou o Boeing. #dik

Gui disse...

Mal ou bem, votarei na Dilma. Perigoso é viver outra época de FHC. PSDB já provou que não é eficiente governando. O PT foi muito "menos pior" e como nos últimos tempos, que vença o "menos pior".

Luciano disse...

@Gui,
O PT conseguiu reescrever a história fazendo muita gente nova acreditar que o governo FHC não foi bom. O governo do Fernando Henrique foi dos melhores que se tem notícia. Tanto que o Lula não mudou nada, continuou tudo como estava e teve muito sucesso.
**

Lobo Cinzento disse...

Mas vou dizer que o que me irrita mais nessa história toda, é a quantidade animal de papel jogada por ai... pior ainda é saber que vai ter bis...

Caju disse...

Mas democracia é exatamente essa coisa de qualquer um poder chegar ao poder: seja o cara que é PhD ou mesmo um ex-metalúrgico que saiu dos rincões nordestinos. Acho meio estranho falarem tanto em democracia e se espantarem quando um Tirica é eleito. E olhe que eu também não concordo com a vitória dele, mas alguém por aí disse uma vez que cada povo tem o governo que merece. Então tá explicado.

cronicas gulosas disse...

Em um estado cujos principios o democraticos fossem absolutamente praticados, o voto nao seria obrigatorio. Sem esta obrigatoriedade, muito provavelmente o cenario seria outro - sem Tiriricas e possibilidades de Weslian (???) Roriz. Agora, democracia e' uma coisa boa sempre. O que e' ruim e' a falta de consciencia politica - mas este e' um loooongo assunto. Abs!

Big Brother disse...

O governo Lula transformou a ficção em realidade, e no caso a mais temida das ficções, 1984! Reescreve a história a sua conveniência e ainda acreditamos nisso, como o querido leitor Gui. FHC criou as bases para reerguer este país e o maior mérito de Lula foi não por tudo a perder, como era o plano original de suas campanhas previas a 2002

Papai Urso do Interior disse...

Marina cansa mesmo... deixa ela passar um tempo aí no Sudeste e surtar no discurso ambientalista que todos vão querer deportá-la aqui pro Acre novamente, mas nós não aceitamos devolução, ... rsrsrsrs... Como disse o Serra em réplica no último debate da Globo, Marina não aparenta, mas ainda mantém laços com o PT e não foi muito bem-sucedida na explicação sobre o fato de ter permanecido como Ministra de um governo bombardeado por escandalos escabrosos e impunes entre 2005 e 2009, justo ela que se diz paladina da ética e da coerência (palavra esta aliás que ela adora). É a favor do desenvolvimento sustentável e ajudou a instituir uma ditadura eco-xiita disfarçada de plano governamental local aqui no Acre chamada Florestania, mas pasmem, em 12 anos de poder petista até hoje o acreano mediano não tem consciencia ecológica! Não votei nela e o fiz consciente.